• Ciclo de palestras “Usos da história oral: Mobilizações, representações e resistências periféricas a partir da História Oral"24 mai 201709h20 até 11h00
    Ciências Sociais
    Ciclo de palestras “Usos da história oral: Mobilizações, representações e resistências periféricas a partir da História Oral"
    Local: FGV Botafogo
    Endereço: Praia de Botafogo, 190. Botafogo, Rio de Janeiro - RJ. Auditório 1027.
    Data: 24 Maio 2017
    Horário: 09h20

    A atividade debaterá aspectos teóricos, metodológicos e práticos, com ênfase neste último, sobre o uso da técnica da História Oral em três pesquisas distintas: uma sobre cobertura fotojornalística de favelas nos anos 1950 e 1960, outra sobre a construção de lugares de memória na favela do Borel, e a última sobre atuação policial em favelas nos anos 1970 e 1980. Desse modo, além do debate em si sobre a metodologia de pesquisa em questão, serão abordados como a mesma pode ser utilizada para análise crítica da questão urbana, no tocante a referências como direito à cidade, mobilização política e cidadania e estigmas e territórios.

    A história oral é uma metodologia que pode ser utilizada em projetos de pesquisas de diversas áreas do conhecimento. O objetivo do ciclo de palestras “Usos da história oral: debates teóricos e metodológicos” é que cada palestrante possa expor a sua experiência no uso da história oral em seus trabalhos, suscitando debates acerca das dificuldades, desafios e contribuições encontrados na produção e análise das fontes orais.

Palestrantes

  • Mauro Amoroso
    Professor da FEBF/UERJ, possui graduação (2005) e mestrado (2006) em História pela Universidade Federal Fluminense, e doutorado (2012) em História pelo CPDOC/FGV. No mestrado, desenvolveu pesquisa sobre representações de favela e fotografia de imprensa, a partir do acervo do Correio da Manhã. No doutorado, realizou estudo sobre a produção e o uso político da memória no morro do Borel. Seus temas de interesse são: os discursos de moradores de favelas sobre o passado e seus usos políticos, a questão da violência urbana a partir do final dos anos 1970, as favelas como campo para elaboração e implementação de projetos políticos, as representações da habitação popular do Rio de Janeiro na cultura visual e ensino de História.

Local

FGV Botafogo
Praia de Botafogo, 190. Botafogo, Rio de Janeiro - RJ. Auditório 1027.

Confira outros eventos