Direito SP e Procuradoria da Fazenda Federal debatem aspectos tributários de repatriação de ativos
Direito
15 Maio 2017

Direito SP e Procuradoria da Fazenda Federal debatem aspectos tributários de repatriação de ativos

Segundo Tathiane Piscitelli, coordenadora do Núcleo de Direito Tributário do Mestrado Profissional da Direito SP, o tema toma um rumo bastante controverso por conta de fatores como as investigações da Operação Lava Jato e a necessidade de recursos do governo para fechar as contas públicas.

O Núcleo de Direito Tributário do Mestrado Profissional da Escola de Direito de São Paulo (Direito SP) e o Centro de Altos Estudos da Procuradoria da Fazenda promovem no dia 17, das 8h30 às 12h, debate sobre aspectos tributários de receitas ilícitas provenientes de recursos advindos da lei de Repatriação de Ativos.

Além disso, os especialistas também debaterão a necessidade ou não de uma segunda rodada do Regime de Regulação Cambial E Tributário (Rerct). Estima-se que a primeira rodada tenha arrecadado uma soma próxima a R$ 70 bilhões.

Segundo Tathiane Piscitelli, coordenadora do Núcleo de Direito Tributário do Mestrado Profissional da Direito SP, o tema toma um rumo bastante controverso por conta de fatores como as investigações da Operação Lava Jato e a necessidade de recursos do governo para fechar as contas públicas.

Para mais informações, acesse o site.