Evento discute relações sindicais Brasil-Estados Unidos na Ditadura Militar
Ciências Sociais
13 Setembro 2017

Evento discute relações sindicais Brasil-Estados Unidos na Ditadura Militar

O encontro tem como fim analisar o papel do sindicalismo norte-americano no Brasil nas décadas de 1960 e 1970, abordando uma temática ainda pouco explorada na história do trabalho, nos estudos de relações internacionais e nos debates sobre a ditadura militar brasileira.

O Laboratório de Estudos dos Mundos do Trabalho e Movimentos Sociais (LEMT) da Escola de Ciências Sociais da FGV (CPDOC) realiza a palestra “Disseram que voltei americanizado: relações sindicais Brasil-Estados Unidos na Ditadura Militar”, nesta quinta-feira, dia 14 de setembro, às 14h, no Rio de Janeiro. A palestra será ministrada pela professora da PUC, Larissa Rosa Corrêa, e contará com comentários do professor do CPDOC, Alexandre Moreli.

O encontro tem como fim analisar o papel do sindicalismo norte-americano no Brasil nas décadas de 1960 e 1970, abordando uma temática ainda pouco explorada na história do trabalho, nos estudos de relações internacionais e nos debates sobre a ditadura militar brasileira.

Com base nas atividades educacionais norte-americanas voltadas para a implantação do chamado sindicalismo “livre e democrático” no país, a palestra irá expor as contradições, bem como os limites e os desafios da política sindical internacional estadunidense frente aos interesses políticos e econômicos do regime militar.

A palestra apresenta também os resultados do livro de mesmo nome, lançado neste ano pela Editora da Unicamp.

Para mais informações e inscrições, clique aqui.

Eventos