Evento do Startup Club FGV gera interação online com o público
Administração
04 Julho

Evento do Startup Club FGV gera interação online com o público

Durante o evento, o vice-diretor da EBAPE, professor Alvaro Cyrino, enfatizou que a iniciativa do Alumni Ebape é de grande importância para a comunidade, uma vez que os ex-alunos continuam sendo parte integrante da Escola e ações como essas geram inúmeras possibilidades.

Diversidade nos investimentos, discussões sobre lei do investidor anjo, “expectativa x realidade” foram alguns dos pontos destacados durante o evento Startup Club, realizado no dia 22 de junho na FGV. O evento apresentou debates com o Líder em Planejamento Tributário e Desenvolvimento de Negócios da Gaia (GSGA) Leonardo Clark, o Sócio do Grupo ORO investimentos, Paulo Baroni, o representante do Anjos do Brasil, Paulo Queiroz, e o professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da FGV (EBAPE), Alexandre Linhares. Os painéis foram moderados pelo CEO da Price Ninja, egresso do Mestrado Acadêmico em Administração da EBAPE, Bernardo Machado.

O encontro, promovido pela coordenação da Rede Alumni EBAPE da FGV, teve como objetivo apresentar as premissas envolvendo empreendimentos e investimentos no país e destacar o sistema Startup Club - desenvolvido por alunos e pelos egressos da EBAPE, Bernardo Machado e Marcelo Brogliato, que tem levado opções para que novos investidores e empreendedores possam desenvolver seus projetos e se lançar em novas empreitadas.

Durante o evento, o vice-diretor da EBAPE, professor Alvaro Cyrino, enfatizou que a iniciativa do Alumni Ebape é de grande importância para a comunidade, uma vez que os ex-alunos continuam sendo parte integrante da Escola e ações como essas geram inúmeras possibilidades.

“A rede Alumni sempre vai agregar o que puder para que a comunidade cresça e se fortaleça, como apoiar projetos e iniciativas como o Startup Club”, acrescentou.

Já Bernardo Machado destacou que, inicialmente, o Startup Club estava programado para ser um clube de investimentos em Startups, mas com o passar do tempo e diante do cenário de incertezas no país, o sistema moldou-se em atender também outras demandas, como orientar, preparar e ajudar empresários e interessados em empreender ou investir, com informações direcionadas e alinhadas ao objetivo de cada negócio.

Após os painéis, Bernardo Machado gerou movimento interativo com os participantes ao receber perguntas online sobre cada palestra realizada e respondê-las em tempo real. Ele destacou que no sistema Startup Club há encontros e palestras mensais com os participantes. Nesses encontros, são realizados pitches onde empreendedores apresentam seus projetos e obtêm orientações sobre como atingir determinados objetivos e quais caminhos devem seguir.