Lançamento de livro debate a importância sobre Direitos Humanos
Direito
05 Outubro 2017

Lançamento de livro debate a importância sobre Direitos Humanos

O livro é a primeira incursão da Editora FGV na área de livros didáticos. Ao longo de 17 capítulos, aborda, com uma linguagem direta e utilização de casos concretos, os conceitos fundamentais relacionados ao tema.

Especialistas em educação e Direitos Humanos se reuniram em 3 de outubro, na sede do Colégio Bandeirantes, em São Paulo, para o debate “A importância dos Direitos Humanos em Tempos de Crise”, que marcou o lançamento do livro “Direitos Humanos e Vida Cotidiana”, pela Editora FGV.

Participaram do debate Oscar Vilhena Vieira, professor de Direito Constitucional e diretor da Escola de Direito de São Paulo da FGV (Direito SP), Priscilla Cruz, fundadora e presidente executiva do movimento Todos pela Educação, Ricardo Henriques, superintendente executivo do Instituto Unibanco e Mauro Aguiar, presidente da Associação Brasileira de Escolas Particulares (Abepar) e diretor do Colégio Bandeirantes.

O livro é a primeira incursão da Editora FGV na área de livros didáticos. Ao longo de 17 capítulos, aborda, com uma linguagem direta e utilização de casos concretos, os conceitos fundamentais relacionados ao tema.

Elaborado e publicado em parceria com a Direito SP, a obra é destinada a professores e alunos do Ensino Médio, mas acessível ao público em geral. Contempla sugestões de estratégias de ensino com a proposta de facilitar as reflexões e o debate em sala de aula acerca dos direitos humanos, tema das redações os últimos dez anos de provas do Enem.

“Ao longo das últimas cinco décadas, o Brasil viveu diversas transformações, mas a superação da desigualdade e o respeito à dignidade humana ainda se colocam como grandes desafios para uma sociedade mais justa e igualitária. Diante dessa realidade, a inclusão dos direitos humanos na formação educacional tornou-se fundamental”, afirma Oscar Vilhena Vieira, diretor da Direito SP e um dos maiores especialistas em Direitos Humanos do país.

O livro se insere numa perspectiva de educação em direitos humanos apoiada pelas Diretrizes Nacionais para Educação. A proposta é contribuir na consolidação de uma cultura sobre esses direitos, voltada para a formação de valores que envolvem ética, tolerância, solidariedade, aceitação das diversidades e reprovação de preconceitos, violência, discriminações, desigualdades e abusos.

Dividido em três partes principais, a obra traz a conceituação do que são os direitos humanos, as questões recorrentes que afetam o cotidiano de milhões de brasileiros e os desafios que um mundo em acelerado processo de transformação impõe aos debates sobre o tema.

Todos os assuntos trabalhados no livro têm sido objeto de temas de redação dos principais vestibulares e concursos do país. “Nas últimas 10 redações do Enem trataram de alguma forma de temas correlatos a direitos humanos”, assinala o professor.

 Direitos Humanos e Vida Cotidiana é publicado em um momento oportuno para a sociedade, com conteúdo que leva à reflexão sobre a capacidade de indignação frente aos desafios de um país polarizado, mas que busca novas alternativas para a igualdade social.

Para mais informações sobre o livro, acesse o site.