FGV Management debate ambiente de negócios no Brasil e tendências de E-Business

Sob a mediação do professor Antonio André, coordenador do curso Formação Executiva “Negócios Digitais”, o encontro reuniu oito especialistas das diversas perspectivas da cadeia de E-business para conversar com alunos e interessados em aprofundar seus conhecimentos em um mercado que movimenta aproximadamente US$ 2 trilhões no mundo e US$ 11 bilhões no Brasil.
管理学
30 六月 2017
FGV Management debate ambiente de negócios no Brasil e tendências de E-Business

O que leva uma startup ao sucesso? O que chama a atenção de um investidor no momento em que decide aportar recursos em um empreendimento? O que o empreendedor precisa ficar atento para que o seu negócio se destaque? Quanto o uso de tecnologias é fundamental para uma startup nos dias de hoje? Esses e outros questionamentos foram objeto do debate “Ambiente de Negócios no Brasil e Tendências de E-Business”, promovido pelo FGV Management, em 26 de junho, em São Paulo.

Sob a mediação do professor Antonio André, coordenador do curso Formação Executiva “Negócios Digitais”, o encontro reuniu oito especialistas das diversas perspectivas da cadeia de E-business para conversar com alunos e interessados em aprofundar seus conhecimentos em um mercado que movimenta aproximadamente US$ 2 trilhões no mundo e US$ 11 bilhões no Brasil. Pedro Sonego (analista de investimento da Startup Farm); Fausto Monteiro (gerente de soluções de clientes do Facebook); Fabio Costa (gerente de inovação da Timwe); Dairton Bassi (idealizador da Agile Trends); Hugo Santos (co-fundador da empresa Pluvi.On); Anderson Pavanello (sócio-gestor da empresa Meu Contador Online); Paulo Fernandes (pesquisador de logística em e-Commerce do Banco Mundial); e Cristóvão Pereira (professor da FGV e consultor) participaram do evento. 

Segundo André, a perspectiva é que até 2021 mais de um milhão de novos “dispositivos de internet das coisas serão comprados por hora no mundo, em velocidades cada vez mais extraordinárias. O professor adverte, no entanto, que as enormes expectativas de ganho vêm acompanhadas também de grandes riscos. Algumas estimativas apontam que 85% dos empreendimentos em negócios eletrônicos fracassam nos primeiros anos de vida.

Para o professor Cristóvão Pereira, a estruturação financeira precisa engajar o investidor. “O que o investidor deseja é saber qual o tamanho e o tempo de retorno do investimento. É preciso lembrar que o Brasil tem a segunda taxa básica de investimento mais alta do mundo e o retorno do empreendimento precisa competir com esta taxa. Para que o investidor seja atraído para o investimento, ele precisa ter claro de que o negócio irá ser bem-sucedido”.

Algumas variáveis são importantes para a determinação desse sucesso. Tanto Pereira quanto Pedro Sonego, da Startup Farm, concordam que a qualidade do capital humano é fundamental. “Não só o empreendedor, mas a equipe do projeto precisa ser fora da curva nos mais diversos tipos de inteligência. As equipes precisam ser multidisciplinares e diversas em gênero e em classes sociais. Essa diferenciação contribui para diminuir o custo de entendimento do público-alvo, por exemplo”, pondera Sonego.

Para Dairton Bassi, da Agile Trends, apesar de não haver uma receita de sucesso, algumas ferramentas simples podem ser valiosas ao ajudar o empreendedor a estruturar a sua startup, como o Canvas, por exemplo, que permite mapear público-alvo, potenciais parceiros, fornecedores e estratégias de divulgação de produto e serviço. “Às vezes, a adoção dessas ferramentas e um tempo de reflexão para entender o negócio evitam retrabalho e uma proposta inadequada”, explicou.

Fausto Monteiro, do Facebook, complementa que várias dessas ferramentas são muito acessíveis. “É possível determinar o perfil do potencial consumidor, levantar possibilidades, criar cenários e fazer muitas outras pesquisas a um custo muito baixo”.

Para mais informações sobre o Curso de Formação Executiva em Negócios Digitais, acesse o site.

Our website collects information about your device and browsing activity through the use of cookies seeking to allow features such as: improving the technical functioning of web pages, measuring the diffusion of the website and offering relevant products and services through personal advertisement. To find out more about the information and cookies we collect, visit our Cookie Policy and our Privacy Policy (available soon in English).