Conteúdo para suporte via celular melhora desempenho de alunos da FGV

No primeiro semestre de 2019, foram desenvolvidos 11 módulos de microlearning para as cinco turmas da disciplina.
管理学
31 七月 2019
Conteúdo para suporte via celular melhora desempenho de alunos da FGV

Os alunos da disciplina de Marketing Mix, que é obrigatória no quinto semestre do curso de Administração de Empresas da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV EAESP), tinham uma demanda: a quantidade e a complexidade do material oferecidos no semestre dificultavam o seu acompanhamento.

Para responder a essa dificuldade, os responsáveis pela disciplina resolveram adotar o microlearning, que é um método de ensino online e mais flexível em que os alunos podem acessar, via smartphone ou desktop, “pílulas de conhecimento” em formato de textos, imagens, vídeos e atividades. Com a iniciativa, os alunos puderam acompanhar de forma mais didática e direta o conteúdo da disciplina, que proporciona conhecimento e habilidades sobre o composto de marketing, em uma perspectiva integrada e atual de produto, preço, distribuição e comunicação.

No primeiro semestre de 2019, foram desenvolvidos 11 módulos de microlearning para as cinco turmas da disciplina. Entre eles, apenas seis valiam nota, calculada por meio de uma média entre as atividades realizadas e nota de um quiz. No total, o microlearning respondeu por 15% da composição da nota final da disciplina.

Lilian Carvalho, uma das professoras da disciplina, destaca que um dos principais desafios era criar um conteúdo “que não fosse muito acadêmico e apropriado para a linguagem dos alunos”.

Embora essa dificuldade tenda a diminuir com o tempo, Henrique de Campos Jr., coordenador e professor da matéria, afirmou que essa adaptação foi mais difícil do que imaginara. “Não dá para ter educação em 140 caracteres, é preciso saber qual linguagem de microlearning se encaixa nesse modelo”, enfatiza.

Apesar de ter sido implementada por apenas um semestre, os professores já perceberam resultados positivos. Lilian afirmou a média de sua turma cresceu um ponto inteiro em relação ao semestre anterior, e acredita que o metódo foi fundamental para este aumento. “Mesmo que eles não tivessem lido o material para a aula, eles tinham noção, ou então, forçou um pouco a ler os pontos principais que estavam destacados. Eles sabiam o que estaria presente no capítulo, o que não ocorria antes”, explica a professora.