DIREITO SP debate novo padrão de contabilidade para empresas

Temas como o impacto tributário provocado pelas medidas a serem adotadas pela MP 627, a necessidade de uma legislação sobre a contabilidade e a responsabilidade dos administradores diante do IFRS também foram debatidos.
机构
06 三月 2014

Os coordenadores do Grupo de Estudos de Direito e Contabilidade (GEDEC) da Escola de Direito da FGV em São Paulo (DIREITO SP), Vanessa Canado e Edison Carlos Fernandes, receberam acadêmicos, profissionais, diretores jurídicos e contadores para debater os impactos da Medida Provisória 627 e da Instrução Normativa 1397 ? que procuram regularizar a forma de contabilização das empresas dentro dos novos padrões internacionais de contabilidade, conhecido pela sigla de IFRS (em inglês).De acordo com Vanessa e Edison, a nova legislação é tão polêmica que até o final de fevereiro, mais de 500 emendas haviam sido apresentadas. Os presentes ao encontro questionaram quais seriam as informações referentes ou não para se publicar diante das novas regras, principalmente em relação às informações relativas às empresas de mercado de capital, cuja regulação é de responsabilidade da CVM (Comissão de Valores Mobiliários).Temas como o impacto tributário provocado pelas medidas a serem adotadas pela MP 627, a necessidade de uma legislação sobre a contabilidade e a responsabilidade dos administradores diante do IFRS também foram debatidos. Ao final, os convidados participaram do lançamento do livro Contabilidade Aplicada ao Direito, da Série GVlaw/Saraiva ? organizada pelos professores Edison Carlos Fernandes e Artur Ridolfo.O encontro aconteceu na Escola, no dia 26 de fevereiro.