Historiador discute relação entre democracia e racismo no circuito internacional

A palestra tratará dos diálogos entre cientistas sociais de diferentes países que, após a Segunda Guerra Mundial, interpretaram a questão racial como um obstáculo para a consolidação da democracia
Social Sciences
20 August 2019
Historiador discute relação entre democracia e racismo no circuito internacional

O Laboratório de Pensamento Social (LAPES) da Escola de Ciências Sociais (FGV CPDOC) realiza, no dia 23 de agosto, das 14h às 16h, a palestra “Quando as ideias viajam: democracia e racismo em circuito internacional depois de 1945”, com o historiador Gustavo Mesquita. O evento será realizado na Sede FGV (Praia de Botafogo, 190, auditório 317. Botafogo, Rio de Janeiro/RJ).

A palestra tratará dos diálogos entre cientistas sociais de diferentes países que, após a Segunda Guerra Mundial, interpretaram a questão racial como um obstáculo para a consolidação da democracia. Partindo das pesquisas de relações raciais incentivadas pela Unesco nos anos 1950, o pesquisador analisa como a relação entre democracia e racismo foi associada a um dilema internacional.

Gustavo Mesquita é doutor em História Social pela Universidade de São Paulo. Atualmente, faz estágio de pós-doutorado no FGV CPDOC, com bolsa do CNPq. É autor dos livros "Gilberto Freyre e o Estado Novo: região, nação e modernidade" (Global, 2018) e "Guerra Fria e Brasil: para a agenda de integração do negro na sociedade de classes" (Alameda, 2019).

Para mais informações e inscrições, acesse o site.