Editora FGV lança livro sobre regimes autoritários contemporâneos

Institutional
28 May 2013

A Editora FGV lançou ontem, dia 27 de maio, o livro ?Ditaduras Contemporâneas?, do cientista político Maurício Santoro. A obra faz parte da Coleção FGV de Bolso - Série Entenda o Mundo. No decorrer do trabalho, Maurício analisa ditaduras na Ásia, África e América Latina e examina o papel do nacionalismo e do fundamentalismo religioso nos regimes autoritários atuais. Ele comenta sobre o modelo da China, o governo de Hugo Chávez, as eleições em Estados fundamentalmente ditadores, entre outros assuntos. ?Há regimes autoritários que realizam eleições relativamente competitivas no plano local, de municípios e províncias ? o Zimbábue é um exemplo. Mas o mais comum é que ditadores procurem usar eleições como um instrumento de propaganda, para mostrar o quanto seu governo é supostamente liberal?, afirma.  Santoro é doutor em Ciência Política pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj), jornalista e assessor de direitos humanos na Anistia Internacional Brasil. Ganhou por duas vezes o Prêmio América do Sul do Ministério das Relações Exteriores. O evento aconteceu na Blooks Livraria, em Botafogo. Acesse aqui a página do livro no site da Editora.