2º Fórum de Educação Executiva reúne gestores públicos e privados em Brasília
Administração
12 Julho 2018

2º Fórum de Educação Executiva reúne gestores públicos e privados em Brasília

Ao longo de sete encontros, professores, executivos de grandes empresas e autoridades vão debater temas atuais e relevantes para gestores do poder público e da iniciativa privada, como previdência complementar, relações internacionais, agronegócio, gestão em saúde, transformação digital, reforma trabalhista e inovação.

A FGV realiza, de 16 de julho a 8 de agosto, o 2º Fórum de Educação Executiva em Brasília. Ao longo de sete encontros, professores, executivos de grandes empresas e autoridades vão debater temas atuais e relevantes para gestores do poder público e da iniciativa privada, como previdência complementar, relações internacionais, agronegócio, gestão em saúde, transformação digital, reforma trabalhista e inovação.

O primeiro dia do Fórum será dedicado ao debate sobre “Previdência Complementar do servidor público: migrar ou não?”. A proposta é debater a relação entre a atual situação fiscal e os regimes próprios de previdência complementar, as possíveis mudanças caso seja aprovada a reforma da previdência, além de explicar o funcionamento da Funpresp. Participam da mesa o coordenador do MBA em Previdência Complementar da FGV Educação Executiva, Gilvan Cândido, a advogada especialista em Direito Previdenciário, Thais Maria Riedel, e o diretor da Funpresp-EXE, Arnaldo Lima.

Já no dia 23 de julho será realizado o “Painel de Carreiras em Relações Internacionais”. O encontro vai reunir o Coordenador do MBA em Relações Internacionais da FGV, professor Oliver Stuenkel, o coordenador de comunicação do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Luciano Milhomem, e a doutora em relações internacionais, professora Rosana Tomazini. Os especialistas vão compartilhar suas trajetórias, experiências e aprendizados, ressaltando quais devem ser as principais habilidades do profissional da área e discutindo tendências e padrões no campo de RI.

O terceiro dia de Fórum, no dia 24 de julho, será voltado para o debate sobre as “Tendências do Agronegócio”. O tema será abordado pelo coordenador dos MBAs em Agronegócios da FGV, professor Fabio Matuoka Mizumoto, que vai falar sobre as novas oportunidades do setor, a chamada revolução 4.0 em tecnologia e o novo papel dos profissionais do agronegócio.

Com o propósito de apresentar conceitos que estruturam a gestão da experiência do paciente e o repertório que o profissional da área da saúde deve possuir para desempenhar com êxito essa desafiadora entrega, o fórum terá sequência no dia 31 de julho. A coordenadora do MBA em Gestão em Saúde, Adriana André, e o professor Daniel Luiz serão os responsáveis por abordar o assunto.

Já no dia 1º de agosto o Fórum fala sobre os impactos da “Transformação Digital”. O tema será abordado pelo coordenador do MBA em Marketing Digital, André Miceli, que vai falar sobre como executivos podem inovar e adaptar suas estratégias e modelos de negócios a fim de que suas organizações prosperarem nesta nova era digital.

A reforma trabalhista será o tema do penúltimo dia de evento, em 7 de agosto. A professora Mônica Gusmão fala sobre os reflexos desta reforma no Direito Societário a partir do viés econômico, da responsabilidade dos sócios e a teoria da desconsideração da personalidade jurídica e sobre aspectos envolvendo a terceirização. O encerramento do Fórum de Educação Executiva está marcado para o dia 8, quando o professor Paulo N. Figueiredo fala sobre “Inovação: Desempenho Competitivo e Crescimento de Organizações”.

Todas as palestras têm início às 19h30 e são gratuitas. O número de participantes é limitado à quantidade de lugares disponíveis no auditório da FGV Brasília. Para mais informações e inscrições, acesse o site.