Acelerando as reformas econômicas: OCDE apresenta relatório sobre Brasil em webinar da FGV

O cenário descrito está em linha com o que economistas brasileiros têm apontado como pontos de atenção: frágil situação das contas públicas; discussão sobre como fortalecer políticas de benefícios sociais com o objetivo de reduzir a desigualdade e a pobreza; além das reformas estruturais, como tributária e administrativa, para melhorar o ambiente de negócios
Economia
16 Dezembro 2020
Acelerando as reformas econômicas: OCDE apresenta relatório sobre Brasil em webinar da FGV

A Organização pela Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), que elabora periodicamente o Relatório OCDE Brasil, traz a público sua versão 2020, ainda mais relevante este ano, pelo forte impacto da pandemia na economia do país e ao redor do mundo. O estudo aponta a importância de acelerar o debate e a aprovação das reformas estruturais, tema que permeará o Webinar Acelerando as reformas econômicas: Relatório OCDE Brasil 2020, dia 17 de dezembro (quinta-feira), das 14h30 às 16h30, pelo canal da FGV no YouTube. O encontro virtual é realizado em parceria com a EPGE Escola Brasileira de Economia e Finanças (FGV EPGE) e o Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE).

Participam do evento Jens Arnold, chefe da Seção Brasil do Departamento de Economia da OCDE; os especialistas Armando Castelar e Fernando Veloso (FGV IBRE); e José Féres, professor do FGV EPGE. O relatório traz uma análise dos atuais desafios que a economia brasileira terá que enfrentar no curto e médio prazo, com recomendações claras de políticas que deveriam ser adotadas pelo governo.

O cenário descrito pela OCDE está em linha com o que economistas brasileiros têm apontado como pontos de atenção para o Brasil: a frágil situação das contas públicas, ainda mais impactadas com os gastos do governo para incentivar a economia e o aumento do aporte em programas de transferência de renda; a discussão sobre como fortalecer as políticas de benefícios sociais com o objetivo de reduzir a desigualdade e a pobreza; além das reformas estruturais, como a tributária e a administrativa, para melhorar o ambiente de negócios.

O encontro é voltado para economistas, gestores, agentes do mercado, estudantes de economia e interessados no tema, que pode se inscrever gratuitamente pelo site.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.