Atividade propõe que alunos projetem mudanças no ensino para próxima década

Durante uma semana, os alunos visitaram escritórios de advocacia, consultorias focadas em recrutamento executivo e diversidade, além de startups, como a 99. Ao final, apresentaram um protótipo de projeto para a construção de cenário para 2030.
Institucional
08 Maio 2019
Atividade propõe que alunos projetem mudanças no ensino para próxima década

“Como você imagina a FGV em 2030?”, tendo este desafio em mente, um grupo de alunos das Escolas de Direito (FGV Direito SP) e de Administração (FGV EAESP) passaram por uma semana de imersão, em abril, para pensar nas principais mudanças que impactarão o ensino na próxima década.

Durante uma semana, os alunos visitaram escritórios de advocacia, consultorias focadas em recrutamento executivo e diversidade, além de startups, como a 99. Ao final, apresentaram um protótipo de projeto para a construção de cenário para 2030.

Entre as empresas visitadas está o Daniel Advogados, um dos maiores escritórios de propriedade intelectual e direito digital do Brasil, onde foram recepcionados pela sócia sênior e CEO do escritório, Alicia Daniel-Shores, com uma apresentação sobre o impacto da tecnologia na propriedade intelectual e na sociedade.

“Diante da proliferação de novas tecnologias em diversos mercados, com o objetivo de reduzir custos, automatizar processos e ampliar as expectativas de resultados, o setor de educação encontra-se em um momento de transição. Trouxemos esses elementos para a sala de aula para provocar os alunos”, explicam Alexandre Pacheco e Marina Feferbaum, coordenadores do Centro de Ensino em Pesquisa e Inovação (CEPI) da FGV Direito SP.