Conferência internacional discute desafios da segurança humana no Espaço Atlântico
Relações Internacionais
11 Janeiro 2019

Conferência internacional discute desafios da segurança humana no Espaço Atlântico

O Seminário teve a participação de estudantes, especialistas e investigadores nas áreas das Relações Internacionais e Segurança Marítima, além do professor Renato Flôres, diretor do FGV NPII, e dos analistas internacionais do FGV NPII, Francine Martin e Leonardo Neves.

O Instituto Português de Relações Internacionais (IPRI) da Universidade Nova de Lisboa sediou, entre os dias 12 e 14 de dezembro a Conferência sobre “Desafios da Segurança Humana no Espaço Atlântico” na sede da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, em Lisboa. O evento cumpriu a terceira etapa do projeto Jean Monnet Network on Atlantic Studies que é coordenado pelo Núcleo de Prospecção e Inteligência Internacional da FGV (FGV NPII) e fruto de uma parceria entre 10 instituições de pesquisas distribuídas pelos quatro continentes banhados por este oceano.

O Seminário teve a participação de estudantes, especialistas e investigadores nas áreas das Relações Internacionais e Segurança Marítima, além do professor Renato Flôres, diretor do FGV NPII, e dos analistas internacionais do FGV NPII, Francine Martin e Leonardo Neves.

O evento permitiu despertar em uma geração de acadêmicos e pesquisadores a preocupação com os desafios da Segurança Humana para o futuro do Atlântico. Os pesquisadores enfatizaram uma abordagem multicontinental e multidisciplinar para um entendimento moderno da Segurança Humana.

As sessões contaram com a presença de palestrantes de diferentes continentes como Europa, América do Norte, África e América-Latina, permitindo uma ampla visão sobre a segurança humana internacional e diversas sinergias e troca de experiências.

O objetivo foi múltiplo: abordar os velhos e novos desafios da segurança humana no espaço do Atlântico; compreender o terrorismo e o crime organizado à luz dos Estados frágeis; notar o compromisso com a Segurança-Humana na região do Mediterrâneo Ocidental e as implicações para a Bacia do Atlântico Sul.

Houve também uma sinergia entre os temas apresentados nas etapas anteriores do projeto como por exemplo a segurança energética no âmbito da segurança humana e a exploração de Petróleo e gás na bacia do Atlântico Norte. A compreensão de uma infraestrutura sustentável urbana como solução integrada para a mudança climática, desenvolvimento econômico e segurança humana.

O evento proporcionou um melhor entendimento sobre o mercado de drogas ilícitas na bacia do Atlântico como ameaça à segurança humana, um debate sobre migração internacional e sobre o papel das tecnologias emergentes no combate ao comércio ilícito de armas.

Foi possível obter um entendimento maior sobre os desafios para a cooperação regional e inter-regional em matéria de segurança no espaço atlântico, face ao aumento das redes ilícitas. E notar um enfraquecimento paralelo das preocupações com a segurança humana e o desenvolvimento face à "Militarização" das políticas africanas da União Europeia e dos Estados Unidos. Além de esclarecer as zonas de paz e cooperação no Atlântico Sul como um caso de resiliência institucional.

Este evento irá resultar em um livro que será publicado até meados deste ano, e será divulgado no site do projeto como fonte aberta para acesso a estudantes, acadêmicos e formadores de opinião. 

Para mais informações, acesse o site do projeto.