Cursos de graduação da FGV lideram Ranking Universitário Folha nas áreas de Administração, Direito e Economia

O RUF avalia anualmente todas as universidades ativas do país a partir de dados nacionais e internacionais e duas pesquisas de opinião do Datafolha, em cinco aspectos (pesquisa, ensino, mercado, internacionalização e inovação)
Institucional
11 Outubro 2019
Cursos de graduação da FGV lideram Ranking Universitário Folha nas áreas de Administração, Direito e Economia

A Fundação Getulio Vargas teve desempenho destacado em mais um ranking que avalia a qualidade de seus cursos de graduação. A instituição figura, mais uma vez, entre as melhores instituições de ensino superior do país no Ranking Universitário Folha (RUF). Elaborado pelo jornal Folha de S.Paulo, a FGV lidera nas áreas de administração, direito e economia entre faculdades e universidades privadas.

Na avaliação sobre os cursos de Administração, o RUF 2019 coloca a FGV nas duas primeiras colocações entre as instituições privadas, com a Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV EAESP) seguida da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (FGV EBAPE). Ambas as Escolas também se destacam na classificação geral e figuram no top 5.

Já na área de Direito, a Escola de Direito de São Paulo (FGV Direito SP) lidera entre as instituições privadas, com a Escola de Direito do Rio de Janeiro (FGV Direito Rio) na terceira colocação. A instituição carioca se destaca na avaliação por ser a única privada entre as 10 universidades que mais aprovam no Exame da OAB. Já a Escola paulistana está no top 3 do RUF 2019.

O bom resultado é repetido na avaliação sobre graduação em Economia. Além de estar no top 3 geral, a Escola de Economia de São Paulo (FGV EESP) lidera o ranking entre as instituições privadas, com a EPGE Escola Brasileira de Economia e Finanças (FGV EPGE) na terceira colocação.

O Ranking Universitário Folha é uma avaliação anual de todas as universidades ativas do país. Ele usa dados nacionais e internacionais e duas pesquisas de opinião do Datafolha, em cinco aspectos (pesquisa, ensino, mercado, internacionalização e inovação).

Para mais informações sobre o ranking, acesse o site.