Debate sobre competências para o século XXI reúne pesquisadores do Brasil e do exterior

Muitas dessas competências, decisivas, não são técnicas nem cognitivas. São as chamadas socioemocionais. Empatia, resiliência, estabilidade emocional, capacidade de tomada de decisões e pensamento crítico são alguns exemplos.
Administração
30 Janeiro 2019
Debate sobre competências para o século XXI reúne pesquisadores do Brasil e do exterior

O Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais (CEIPE) da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (FGV EBAPE), promove no dia 14 de fevereiro, das 9h30 às 17h30, o evento “As Competências para o Século XXI”. O encontro vai ser realizado no Centro Cultural FGV (Praia de Botafogo, 186. Botafogo, Rio de Janeiro/RJ) e trará a debate competências e habilidades fundamentais para profissionais do futuro.

Muitas dessas competências, decisivas, não são técnicas nem cognitivas. São as chamadas socioemocionais. Empatia, resiliência, estabilidade emocional, capacidade de tomada de decisões e pensamento crítico são alguns exemplos.

Por que é importante falar sobre essas competências e habilidades hoje? Qual a relação delas com o futuro do trabalho? Como estimular as crianças a desenvolvê-las desde cedo e como aplicá-las nos currículos escolares? Estas são algumas das questões que especialistas do Brasil e do exterior irão responder durante os debates.

A professora chilena Susana Claro (doutora em Economia da Educação pela Universidade de Stanford e cofundadora da organização Enseña Chile) será uma das palestrantes. O evento também vai contar com a participação dos pesquisadores e professores Daniel Santos (USP Ribeirão Preto), Ricardo Primi (USF Bragança Paulista) e Tássia Cruz (FGV CEIPE).

Para apresentar experiências práticas de como essas competências vêm sendo aplicadas, foram convidados Herbert Lima, secretário de Educação de Sobral (Ceará), e Caio Lo Bianco (professor e gerente-executivo da Eleva Educação).

Claudia Costin, por sua vez, vai falar das tendências do futuro e sobre como preparar as crianças e os jovens para construírem o amanhã.

Para mais informações e inscrições, acesse o site.