DIREITO GV discute em Israel impacto de crise financeira internacional

Érica Gorga apresentou o paper ?The Impact of the Financial Crisis on Non-Financial Firms ? The Case of Brazilian Corporations and Lessons for the Private Enforcement Debate?, em que debate o impacto da crise financeira internacional de 2008 no mercado de capitais brasileiro.
Institucional
21 Janeiro 2014

A professora de Direito dos Negócios da Escola de Direito de São Paulo (DIREITO GV), diretora e pesquisadora associada do Centro de Direito Empresarial da Yale Law School (the John R. Raben/ Sullivan & Cromwell Executive Director for the Yale Law School Center for the Study of Corporate Law), Érica Gorga, apresentou um trabalho na  conferência ?Financial Regulation and Comparative Corporate Governance? (Regulação Financeira e Governança Corporativa Comparativa) ? organizada pelo The Cegla Center For Interdisciplinary Research of Law e realizada na Tel Aviv University Faculty of Law, entre os dias 8 e 10 de janeiro.Érica apresentou o paper ?The Impact of the Financial Crisis on Non-Financial Firms ? The Case of Brazilian Corporations and Lessons for the Private Enforcement Debate?, em que debate o impacto da crise financeira internacional de 2008 no mercado de capitais brasileiro. Segundo o trabalho, ?enquanto o setor financeiro não foi significativamente afetado, tradicionais e importantes grupos não financeiros foram bastante atingidos?.Nesse contexto, a professora analisa os casos da Aracruz e Sadia, que sofreram perdas bilionárias decorrentes de operações de derivativos cambiais. Ela também compara as decisões judiciais dos casos no Brasil e nos Estados Unidos, concluindo que enquanto os acionistas minoritários receberam indenização financeira no país norte-americano, houve ausência de reparação pelos prejuízos sofridos no Brasil.Entre as diversas universidades mundiais que participaram do Congresso, estavam Harvard, Cambridge, Bologna, Hebrew, Toronto, Chicago, Columbia, Madrid e Bonn.