Direito GV recebe defensores de direitos humanos de 30 países da África, América Latina e Ásia

Institucional
09 Novembro 2011

O XI Colóquio Internacional de Direitos Humanos, organizado pela Conectas, acontece até dia 12 de novembro, na Direito GV. Para esta edição, foram selecionados 50 ativistas de direitos humanos de 30 países da África, América Latina e Ásia e Europa do Leste. O evento conta ainda com palestrantes e observadores de todo o mundo. O tema desta edição é ?Implementação das Decisões e Recomendações Regionais e Internacionais de Direitos Humanos?. Para tratar do impacto local desses sistemas, serão abordados temas diversos como os direitos das pessoas com deficiência, sistema prisional brasileiro e violações cometidas por empresas. Segundo o Coordenador de Pesquisa e Formação da Conectas, Thiago Amparo, ?em uma época de grandes questionamentos sobre a eficácia da ONU e sistemas regionais de direitos humanos, pretendemos analisar o impacto real desses órgãos na proteção dos direitos humanos no âmbito local e impulsionar um debate crítico na sociedade civil sobre a relevância e obstáculos enfrentados nesses sistemas?. As atividades incluem palestras, grupos de trabalho e um fórum aberto para discussão organizado pelos próprios participantes. Dentre os palestrantes estão Paulo Sérgio Pinheiro, brasileiro que preside a Comissão de Inquérito da ONU para investigação de abusos na Síria, e Mario Coriolano, do Subcomitê para Prevenção à Tortura da ONU. A Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay, e a Relatora Especial da ONU para Pobreza Extrema e Direitos Humanos, Magdalena Sepúlveda, participam por meio de vídeo. Os participantes também têm a oportunidade de saber mais sobre o processo de transição à democracia no Brasil durante a visita ao Memorial de Resistência de São Paulo, que será precedida de um debate sobre o papel da futura comissão da verdade no Brasil e seus pares no resto do mundo. Assim como nas edições anteriores, espera-se que a dinâmica do Colóquio produza um diálogo horizontal entre os palestrantes e participantes, além de criar um espaço para que possam trocar experiências e conhecimento. O Colóquio busca contribuir para a formação de novas redes de colaboração entre os ativistas de direitos humanos do Sul Global e fortalecer aquelas já existentes. O encontro acontece em português, espanhol, inglês e francês e conta com o apoio da Open Society Foundations, Fundação Ford, John D. & Catherine T. Mac Arthur Foundation, Sigrid Rausing Trust, The Channel Foundation e Embaixadas da Austrália, França, Irlanda e Suíça no Brasil, e da parceria com a Escola de Direito de São Paulo ? Fundação Getúlio Vargas