Documentário é premiado em Mostra Internacional com temática socioambiental

O filme ficou no segundo lugar pelo voto do público e pela avaliação do júri da Mostra, considerada o mais importante evento sul-americano de curta-metragens dedicados à temática socioambiental
Administração
08 Julho 2019
Documentário é premiado em Mostra Internacional com temática socioambiental

Os alunos da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV EAESP) Isabella Cruvinel Santiago e Jonas Batista foram premiados na 8ª Mostra Ecofalante de Cinema pelo curta-metragem “Mãe do Mangue”. A produção é fruto do trabalho de conclusão de curso "Mãe do Mangue: trabalhos e desafios das mulheres marisqueiras da RESEX de Canavieiras", apresentado pelas estudantes em 2018, sob orientação da professora Isabela Curado.

O filme ficou no segundo lugar pelo voto do público e pela avaliação do júri da Mostra, considerada o mais importante evento sul-americano de curta-metragens dedicados à temática socioambiental e que teve, esse ano, em sua maior edição, a participação de 133 filmes de 32 países.

O documentário apresenta o modo de vida e trabalho das mulheres da Rede de Mulheres de Comunidades Extrativistas Pesqueiras do Sul da Bahia e seu processo de empoderamento. Tal qual a pesquisa, o filme revela o trabalho excedente exercido pelas mulheres marisqueiras no âmbito produtivo, doméstico e comunitário – além dos desafios decorrentes do desequilíbrio entre gêneros nesta atribuição de funções, como violência doméstica, gravidez precoce, investimento na profissionalização dos filhos e desvalorização laboral.

A produção também aborda o surgimento da Rede de Mulheres Pescadoras do Sul da Bahia para dar visibilidade às demandas e necessidades desse grupo da região. Desde a sua constituição, em 2009, verificou-se o aumento do engajamento político e comunitário das mulheres, que se dá a partir da realização de encontros periódicos, nos quais se criou um espaço seguro para o diálogo sobre violência doméstica, direitos previdenciários, saúde e segurança no trabalho, projetos de geração de renda e estratégias de inserção feminina em políticas públicas de afirmação de gênero.

Para mais informações sobre a Mostra e sobre o filme Mãe do Mangue, acesse o site.