Editora FGV investe no mercado externo através de e-books

Institucional
14 Julho 2011

A Editora FGV aposta no lançamento dos e-books para crescer no mercado externo. A expectativa é que as vendas aumentem em 50% dentro de 1 ano e 100% em 18 meses. As principais vantagens são a eliminação dos custos com frete e do longo prazo de entrega. ?Nossas estratégias vão se concentrar em duas direções: estabelecimento de parcerias e intensificação da divulgação de títulos ligados à administração, marketing e comunicação para países africanos; e promoção de títulos de relações internacionais e ligados ao contexto econômico, social e político nacional junto a centros de estudos sobre Brasil e América Latina, sediados nos EUA e na Europa?, diz Marcelo Rocha Pontes, gerente de vendas. Atualmente, os principais mercados da Editora são Portugal, Estados Unidos, Angola e Moçambique e Alemanha.