Encontro reúne na FGV principais especialistas em índices de preços do mundo

A tônica das exposições concentrou-se em como explorar oportunidades da economia digital – como as que se podem obter através da web, ou de instituições antes não acessadas – para aperfeiçoar o cálculo de preços.
Economia
24 Maio 2019
Encontro reúne na FGV principais especialistas em índices de preços do mundo

A FGV sediou pela primeira vez o Encontro do Grupo de Ottawa, no Rio de Janeiro. O evento, realizado de 8 a 10 de maio, reuniu 90 especialistas no cálculo de índices de preços, de 40 países – ente os quais Canadá, Inglaterra, França, Japão, China e México –, sob a organização do Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE) em parceria com o IBGE.

Vagner Ardeo, vice-diretor do IBRE, ressaltou a importância de atrair esse encontro – que está em sua 16ª edição – para o Brasil. “Tal qual o Natal para uma família, é o momento em que os pesquisadores se reúnem para fazer um balanço de suas experiências e compartilhar ensinamentos”, compara.  E destaca que a qualidade dos 54 trabalhos apresentados nos três dias de atividades garantiu uma das melhores reuniões desde 1994, quando os pesquisadores se reuniram pela primeira vez na capital canadense, que dá nome ao grupo.

A tônica das exposições concentrou-se em como explorar oportunidades da economia digital – como as que se podem obter através da web, ou de instituições antes não acessadas – para aperfeiçoar o cálculo de preços. “A oportunidade que hoje se coloca é a de desenvolver técnicas para trabalhar com grandes bases de dados, saber como tratá-las e conseguir extrair o maior número de informações relevantes para o estudo da evolução de preços”, explica Ardeo.

André Braz, coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) do FGV IBRE e um dos organizadores do evento, lembra que, se bem trabalhadas, essas fontes podem trazer diversos benefícios, como a redução do custo da coleta de dados – tradicionalmente feita a partir da pesquisa direta em uma amostra de domicílios –, maior agilidade e precisão. “O cálculo de índices de preços implica vários desafios, como garantir que produtos e serviços sejam comparáveis no tempo, ou como identificar a relevância do consumo desses no orçamento familiar, as mudanças no que é determinante para o custo de vida das famílias”, exemplifica, apontando a importância do aperfeiçoamento contínuo dessa atividade para o cálculo da inflação – comum a qualquer economia do mundo.