Estudos sobre migração no Brasil é apresentado em evento no Paraná
Políticas Públicas
31 Outubro 2018

Estudos sobre migração no Brasil é apresentado em evento no Paraná

Oliveira destacou análises sobre o impacto da migração de venezuelanos em Roraima, tanto do ponto de vista da política migratória quanto do debate nas redes sociais sobre a temática. A análise de redes foi utilizada para contextualizar o uso eleitoral da pauta migratória diante do evento do ataque de brasileiros aos venezuelanos em agosto.

A Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (FGV DAPP) participou, no dia 17 de outubro, da Semana Acadêmica de Ciências Econômicas da UFPR. O pesquisador Wagner Oliveira integrou a mesa “Movimentos (I)migratórios e multiculturalismo”, apresentando a área de pesquisa aplicada em Imigração e Desenvolvimento da FGV DAPP.

Oliveira destacou análises sobre o impacto da migração de venezuelanos em Roraima, tanto do ponto de vista da política migratória quanto do debate nas redes sociais sobre a temática. A análise de redes foi utilizada para contextualizar o uso eleitoral da pauta migratória diante do evento do ataque de brasileiros aos venezuelanos em agosto.

“A questão das migrações ainda é um tema pouco debatido no Brasil e o evento foi um espaço muito produtivo para explorar as questões contemporâneas que o tema coloca na realidade brasileira por meio da análise de dados e evidências empíricas. Também foi uma oportunidade para levar esse debate para os alunos do curso de graduação em Economia, uma das áreas do conhecimento que tem se dedicado à temática recentemente, em especial pelos seus possíveis impactos sobre o mercado de trabalho. Para a FGV DAPP, foi uma oportunidade para divulgar o trabalho e dialogar com outras entidades que atuam com o tema, como a própria UFPR e a Cáritas Brasileira”, afirmou Wagner Oliveira.

No painel, também foi destacada a necessidade de protagonismo do governo federal, de políticas estratégicas fundamentadas em integração de dados, do reconhecimento de habilidades dos migrantes, além da desmistificação do perfil da população migrante e dos impactos na economia local. Elizete Sant’Anna e Márcia Ponce, da Cáritas brasileira, e Márcio de Oliveira, professor do departamento de sociologia da UFPR, completaram a mesa.

Realizado entre 15 e 19 de outubro, o evento contou com palestras e cursos voltados para perspectivas econômicas plurais para o mundo.

Eventos

Vídeos