Evento debate contribuição do ensino religioso para a educação no Brasil

O seminário tem o objetivo de avaliar as contribuições da filosofia e da educação católica ao ensino básico no Brasil sob uma perspectiva histórica.
Economia
24 Agosto 2018
Evento debate contribuição do ensino religioso para a educação no Brasil

A história da educação católica confunde-se com a própria história da educação brasileira. As congregações religiosas, com suas práticas educativas e evangelizadoras, possuem presença e protagonismo no ensino brasileiro desde o período colonial. Ainda que permaneçam fiéis ao princípio da formação integral da pessoa humana, estas práticas acompanham as transformações políticas e sociais. Para debater o assunto, a EPGE Escola Brasileira de Economia e Finanças, realiza, no dia 31 de agosto, às 9h30, o seminário “Missões Religiosas e Educação Básica no Brasil". O evento será realizado no auditório da Sede FGV, no Rio de Janeiro. (Praia de Botafogo, 190. 12º andar. Botafogo, Rio de Janeiro/RJ).

O seminário tem o objetivo de avaliar as contribuições da filosofia e da educação católica ao ensino básico no Brasil sob uma perspectiva histórica, bem como discutir os principais desafios dos projetos educacionais católicos frente às demandas emergentes da sociedade brasileira.

A mesa de abertura do evento vai contar com a participação do presidente da FGV, professor Carlos Ivan Simonsen Leal, e do presidente da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (Anec) e Reitor da UniLaSalle, Irmão Paulo Fossatti (Fratum Scholarum Christianorum – FSC). Já o painel que vai debater as contribuições da educação católica ao ensino no Brasil vai contar com a presença do reitor do Colégio São Bento, dom Abade Filipe da Silva (Ordem de São Bento – OSB), do diretor-presidente da Associação Antônio Vieira (Asav) e Administrador BRA – Província dos Jesuítas do Brasil, padre João Geraldo Kolling (Societas Iesu – SJ), da professora da Faculdade de Educação da Uerj, Paula Leonardi, e do diretor da FGV EPGE, professor Rubens Penha Cysne.

Para mais informações e inscrições, acesse o site.