Evento discute papel do judiciário no combate às fake news

Evento reunirá acadêmicos e autoridades do Brasil, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, México e República Dominicana, que apresentarão análises sobre processos eleitorais recentes ou em curso em seus respectivos países.
Direito
26 Abril 2019
Evento discute papel do judiciário no combate às fake news

Redes sociais, financiamento coletivo e fake news são componentes que têm afetado a dinâmica das eleições do Brasil e de vários países. Com o objetivo de discutir o papel do Judiciário diante destas e outras questões que incidem sobre as democracias, a Escola de Direito do Rio de Janeiro (FGV Direito Rio) promove, no dia 2 de maio, o seminário “Eleições, desinformação e justiça: desafios e respostas internacionais”. O evento será realizado na Sede FGV (Praia de Botafogo, 190. Botafogo, Rio de Janeiro/RJ), a partir das 13h30.

O evento reunirá acadêmicos e autoridades do Brasil, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, México e República Dominicana, que apresentarão análises sobre processos eleitorais recentes ou em curso em seus respectivos países. Temas como desinformação, a liberdade de expressão e mudanças regulatórias − bem como a atuação dos órgãos de justiça eleitoral frente aos novos desafios nacionais e transnacionais−, serão alvo da discussão dos especialistas.

Os organizadores do evento, Michael Mohallem e Isabel Veloso, do Centro de Justiça e Sociedade (CJUS) da FGV Direito Rio, observam que um dos objetivos do encontro é analisar o modo como os países têm enfrentado os desafios contemporâneos. Eles destacam, ainda, a importância da presença de José Luis Vargas Valdez, ministro de órgão similar ao Tribunal Superior Eleitoral do México, que abrirá o evento, revelando sua experiência em recente processo eleitoral. Realizadas no dia 1º de julho do ano passado, as eleições mexicanas foram as maiores na história do país e também as mais violentas, com pelo menos 136 políticos assassinados desde o início do processo eleitoral.

Participarão dos debates Ann Ravel (Universidade de Berkeley, Estados Unidos), Rafael Rubio (Universidade Complutense de Madrid, Espanha), Andrea Pisaneschi (Universidade de Siena, Itália), José Luis Vargas Valdez (ministro do Tribunal Eleitoral do Poder Judicial da Federação, México), Román Jáquez (Presidente do Tribunal Superior Eleitoral da República Dominicana), Jean-Philippe Derosier (Universidade Lille II, França), Chad Vickery e Katherine Ellena (International Foundation for Electoral Systems – IFES). Além dos convidados estrangeiros, debaterão o cientista político e pesquisador da Escola de Ciências Sociais (FGV CPDOC), Jairo Nicolau e Michael Freitas Mohallem coordenador do Centro de Justiça e Sociedade da FGV Direito Rio.

Para mais informações e inscrições, acesse o site.