Evento premia melhores empresas do país
Institucional
29 Agosto 2017

Evento premia melhores empresas do país

“É o segundo ano que estamos participando do evento. Sinto que estamos cada vez mais nos aproximando e aprofundando nossa relação com as principais empresas que atuam no país, mostrando que podemos contribuir com o seu desenvolvimento”, destaca o diretor do FGV In Company, Luiz Ernesto Migliora.

O FGV In Company participou do evento Valor 1000, realizado no dia 24 de agosto, em São Paulo. O evento, promovido pelo jornal Valor Econômico, teve como objetivo apresentar o anuário 2017 com as 1.000 maiores empresas do Brasil. O ranking também lista os empreendimentos de melhor desempenho em 25 setores da economia.

“É o segundo ano que estamos participando do evento. Sinto que estamos cada vez mais nos aproximando e aprofundando nossa relação com as principais empresas que atuam no país, mostrando que podemos contribuir com o seu desenvolvimento”, destaca o diretor do FGV In Company, Luiz Ernesto Migliora.

A solenidade de premiação contou com a presença do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Paulo Skaf. O anuário “Valor 1000” circula com 444 páginas para assinantes do periódico e está disponível em bancas de jornal. A edição 2017, que teve a AMBEV como grande vencedora, traz como novidade um estudo sobre as empresas mais resistentes e as mais castigadas pela crise na economia. Do primeiro grupo, composto por 32 companhias, destacam-se Qualicorp, Cielo, Rede D'Or São Luiz, Évora, Estácio Participações e Raia Drogasil. Essas empresas conseguiram crescer de forma contínua entre 2011 e 2016.

Os segmentos que mais perderam foram construção e engenharia (de 43 para 31 empresas) e empreendimentos imobiliários (de 35 para 28). Ampliaram presença os setores de transporte e logística (de 63 para 70 empresas), alimentos e bebidas (de 83 para 89) e agropecuária (de 53 para 59). Varejo foi o setor mais representativo no ranking.

A FGV, por meio do Centro de Estudos e Finanças (GVcef) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (EAESP), participa, ao lado da Serasa Experian, no trabalho de análise para definição do ranking. O GVcef é responsável pela elaboração e validação dos critérios de análise das 1.000 empresas do “Valor 1000”, visando a escolha das campeãs setoriais há 17 anos. Além disso, a FGV também compõe o júri que elege a campeã do ano. Para saber mais sobre o ranking, acesse o site.