Evento reúne especialistas e autoridades para discutir futuro da indústria de alimentos e bebidas

Segundo o curador do evento, professor Roberto Rodrigues (FGVAgro), o evento é uma importante ocasião para se discutir a oportunidade inédita que o Brasil tem de dar um novo salto de produtividade graças ao incremento de 20% projetado pela OCDE para a demanda global de alimentos em 10 anos
Institucional
09 Março 2020
Evento reúne especialistas e autoridades para discutir futuro da indústria de alimentos e bebidas

O consumidor terá atenção especial durante o Congresso que acontece simultaneamente à segunda edição da ANUFOOD Brazil – Feira Internacional Exclusiva para Alimentos e Bebidas, entre os dias 9 e 11 de março no São Paulo Expo. Com a curadoria da FGV Projetos e coorganização da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), especialistas do setor e do governo vão debater as tendências e produtos que impactarão o consumo nos próximos anos com o objetivo de orientar a indústria de alimentos a melhorar a qualidade da produção. Com mais de 7,5 bilhões de pessoas atualmente, o mundo deverá superar 11 bilhões de habitantes em 2100.

Segundo o curador do evento, professor Roberto Rodrigues, coordenador do Centro de Agronegócio (FGVAgro) da Escola de Economia de São Paulo (FGV EESP), o evento é uma importante ocasião para se discutir a oportunidade inédita que o Brasil tem de dar um novo salto de produtividade graças ao incremento de 20% projetado pela OCDE para a demanda global de alimentos em 10 anos. Segundo ele, que vai abrir o evento, é necessária uma estratégia nacional integrada que contemple aspectos logísticos, comerciais e tecnológicos, além de fortalecer a política de renda no campo e as defesas sanitárias. Ele também destacou o papel chave da sustentabilidade.

“Sem sustentabilidade não há competitividade no mundo contemporâneo. Preservar o meio ambiente é uma demanda da legítima da juventude global e é uma necessidade real do planeta. Nós, brasileiros, temos o Código Florestal, que é uma ação concreta em defesa do meio ambiente. É preciso colocar a esse tema no cenário das estratégias nacionais para que haja um reconhecimento, de fato, da competitividade sustentável do agronegócio brasileiro”, diz.

Entre os palestrantes que irão participar do Congresso está o economista e ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do BNDES, Joaquim Levy, que apresentará as “Perspectivas da Economia Global”, abrindo o painel “Mercados”. Já o sócio-diretor da MBAgro, Alexandre Mendonça de Barros, abordará as “Perspectivas para a Agroindústria Global”.

O painel “Tendências no Consumo de Alimentos” será aberto pelo diretor de Assuntos Institucionais do ITAL – Instituto de Tecnologia de Alimentos do Estado de São Paulo – Luiz Madi, que discorrerá sobre “A Indústria de Alimentos no Brasil e as Demandas do Consumidor”. Em seguida será a vez do vice-presidente da Fundação Europeia para Inovação, Juan Francisco Delgado Morales, abordar “A Transformação Digital do Setor de Agrifood”. Na sequência, Renato Dolci, do BTB Data, falará sobre “O Consumidor na Era Digital”. Encerrando o painel, Marcelo Suarez, economista e diretor de Marketing da BRF debaterá “A Comunicação no Setor de Alimentos”.

A “Legislação na Indústria de Alimentos ” orientará o quarto e último painel. João Dornellas, presidente da ABIA – Associação Brasileira da Indústria de Alimentos – dará palestra sobre o tema. Já a “Legislação na Indústria de Bebidas” ficará a cargo de Igor Casto, diretor técnico-regulatório da ABIR – Associação Brasileira da Indústria de Refrigerantes e de Bebidas não Alcoólicas. Em seguida será a vez de Márcia Terra, nutricionista e membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Nutrição e Alimentação, que falará sobre “A Questão da Nutrição: Regulação”. O encerramento do Congresso será feito pelo Coordenador do Centro de Agronegócio da FGV, professor Roberto Rodrigues.

Para mais informações, acesse o site.