Fake News: cônsul-geral da Alemanha debate o tema em um contexto internacional
Economia
18 Maio 2018

Fake News: cônsul-geral da Alemanha debate o tema em um contexto internacional

O evento vai debater os reflexos das novas tecnologias de transmissão de informações no contexto de diferentes países. O convidado vai falar sobre como a mentira – um fenômeno tão antigo quanto a própria humanidade – ganha essa nova roupagem – “Fake News” – com a popularização das redes sociais e sua influência crescente no debate público.

Fake News! A expressão vem ganhando cada vez mais espaço no debate público, seja por sua ampla capacidade de disseminação potencializada pelas redes sociais, ou por seu suposto poder de influenciar a opinião pública. Os debates no Brasil também têm se intensificado ao passo que as eleições se aproximam. Mas e no contexto internacional? Para abordar o assunto, a Escola Brasileira de Economia e Finanças (FGV EPGE) recebe, no dia 22 de maio, às 14h, no Centro Cultural FGV (Praia de Botafogo, 186. Botafogo, Rio de Janeiro/RJ), o cônsul-geral da Alemanha, Klaus Zillikens, para a palestra “Fake News no contexto internacional”.

O evento integra a série “Temas Contemporâneos” e vai debater os reflexos das novas tecnologias de transmissão de informações no contexto de diferentes países. O convidado internacional vai falar sobre como a mentira – um fenômeno tão antigo quanto a própria humanidade – ganha essa nova roupagem – “Fake News” – com a popularização das redes sociais e sua influência crescente no debate público.

“Cada vez mais pessoas se informam por meio delas sobre o que se passa no mundo – ou melhor: sobre o que se passa em um mundo muito particular. E o mais importante: as pessoas acompanham principalmente redes, blogs ou influencers que só confirmam as suas próprias visões. Todas as outras informações, telejornais, manchetes e debates nacionais passam despercebidos ou são deliberadamente ignorados. Cada vez mais pessoas agem assim e só levam em consideração notícias que as agradam. A ciência fala de bolhas e filtros para se referir a este fenômeno”, destaca Zillikens.

Ao longo de sua palestra, o diplomata alemão vai falar sobre casos internacionais que acabaram influenciados pela divulgação de notícias falsas, como o conflito entre russos e ucranianos na região da Crimeia e a crise dos refugiados na Europa, e que medidas podem ser adotadas no longo e no curto prazo para enfrentar a disseminação de notícias falsas.

Para mais informações e inscrições, acesse o site.