Fernando Holanda Barbosa é homenageado em seminário sobre inflação e crescimento na FGV

O evento foi organizado pelo seu filho e também professor da FGV/EPGE e pesquisador do FGV/IBRE, Fernando de Holanda Barbosa Filho, e contou com a presença de grandes nomes para falar sobre as contribuições do homenageado aos estudos econômicos e de temas como política monetária e crescimento econômico.
Institucional
21 Agosto 2015

Na última sexta-feira, dia 14 de agosto, a FGV promoveu o seminário ?Inflação e crescimento?, em homenagem aos 70 anos de Fernando de Holanda Barbosa, professor da FGV/EPGE - Escola Brasileira de Economia e Finanças desde 1980. O evento foi organizado pelo seu filho e também professor da FGV/EPGE e pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia (FGV/IBRE), Fernando de Holanda Barbosa Filho, e contou com a presença de grandes nomes para falar sobre as contribuições do homenageado aos estudos econômicos e de temas como política monetária e crescimento econômico.Na mesa de abertura, o professor Clovis de Faro (FGV/EPGE) destacou a dedicação que Fernando de Holanda sempre teve aos seus alunos. Em seguida, Rubens Cysne, diretor da FGV/EPGE, após prestar suas homenagens, fez as suas observações a respeito do atual momento do Brasil. ?Hoje nós estamos falando sobre inflação e crescimento e observa-se no país uma passagem de uma relação de adversários para inimigos, algo que a democracia não comporta. Nós estamos prestes a entrar em um ciclo de um altíssimo custo de bem estar em função da falta de uma união de ideias em torno de um objetivo maior. O tempo está passando e não estamos conseguindo resolver as coisas adequadamente. Não temos uma receita, mas acredito que aceitação e humildade das diferentes formas de pensar o problema podem resultar na passagem do normativo para o processual, que é o mais importante?, considera Rubens.No segundo painel, coordenado por Pedro Valls, da Escola de Economia de São Paulo (FGV/EESP), coube ao professor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Alexandre Cunha, falar sobre as contribuições acadêmicas de Fernando de Holanda à sua principal área de atuação, a inflação, distribuída entre a análise do processo inflacionário brasileiro e o estudo genérico sobre a hiperinflação.Já para falar sobre política monetária, foram convidados o diretor da FGV/EESP, Yoshiaki Nakano, o ex-presidente do Banco Central do Brasil, Affonso Celso Pastore, e o pesquisador do (FGV/IBRE), José Júlio Senna. Nessa mesa, foram debatidos assuntos como a taxa natural de juros no Brasil, ?quantitative easing? (QE), dentre outros.?Crescimento Econômico: Ásia Versus América Latina? foi o tema abordado na terceira mesa do evento, que contou com a presença do pesquisador Samuel Pêssoa (FGV/IBRE) e do professor Luis Carlos Bresser Pereira (FGV/EESP). Além disso, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, que não pôde comparecer ao evento, enviou um vídeo no qual comentou a importância das contribuições para a economia, seu ensino e pesquisa, em particular na área de macroeconomia. Professor, eu queria dizer que eu espero que as lições que o senhor deu a todos nós estejam produzindo frutos na atuação que a gente vem executando no debate político do Brasil em temas tão importantes que permanecem até hoje, como combate à inflação, equilíbrio macroeconômico e a importância de uma economia bem administrada. Parabéns e muitos anos de vida?, completou.Encerrando a mesa, o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Afonso Arinos de Mello Franco Neto falou sobre as medidas que o governo está tomando com objetivo de ajuste fiscal e efeito sobre o crescimento, principalmente como instrumentos que colaboram para o aumento da taxa de crescimento da produtividade total dos fatores. Neste sentido, ele destacou o realinhamento de preços de energia; o controle indireto da mão-de-obra; os planos de concessões; a agenda de abertura comercial; agenda de alavancagem do crédito público; redução da dualidade dos mercados de crédito; e reformas tributárias no ICMS e do PIS-Confins.Antes de passar a palavra ao homenageado, foi a vez de Fernando de Holanda Barbosa Filho prestar reverências ao seu pai. Para encerrar, Fernando de Holanda Barbosa contou, sempre com muito bom humor, um pouco sobre a sua vida e encerrou agradecendo a presença de todos e o apoio para a realização da homenagem.O evento na íntegra pode ser conferido no canal da FGV no youtube a seguir: