FGV, CAPES e IIASA realizaram a conferência Systems Analysis and the Americas

Participaram da abertura do evento Goret Pereira Paulo, diretora da Rede de Pesquisa e Conhecimento Aplicado, Mauro Rabelo, diretor de Relações Internacionais da CAPES e Albert van Jaarsveld, diretor geral do IIASA
Institucional
17 Setembro 2019
FGV, CAPES e IIASA realizaram a conferência Systems Analysis and the Americas

A conferência regional Systems Analysis and the Americas teve como objetivo apresentar e discutir desafios globais atuais e as contribuições que as pesquisas desenvolvidas com base em uma metodologia que pressupõe a análise integrada destes desafios podem trazer para aqueles que são responsáveis pela elaboração de políticas públicas ou diretamente afetados por estes desafios. O evento aconteceu nos dias 5 e 6, na sede da Fundação Getulio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro, e contou com o apoio da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos.

Participaram da abertura do evento Goret Pereira Paulo, diretora da Rede de Pesquisa e Conhecimento Aplicado, Mauro Rabelo, diretor de Relações Internacionais da CAPES e Albert van Jaarsveld, diretor geral do IIASA.

A professora Goret Paulo deu as boas-vindas ao público presente e ressaltou a importância de uma análise multidisciplinar e integrada das principais questões relacionadas ao crescimento sustentável, principalmente para os países que ainda precisam alcançar um nível de desenvolvimento mais elevado como o Brasil e outros países da América Latina. Mauro Rabelo destacou a importância da parceria entre a CAPES e o IIASA. "O IIASA faz pesquisas de altíssimo nível, é um instituto internacional que trabalha com uma visão sistêmica de problemas complexos que são transnacionais. É um olhar diferenciado, em vez de olhar localmente e pensar só na melhor maneira de fazer uma atividade, você pensa interação com todas as outras questões envolvidas", destacou. Para Albert van Jaarsveld a CAPES ajuda a definir os temas de pesquisa e estratégias futuras para o instituto. "Essa interação fomenta uma rede internacional entre pesquisadores e auxilia o Brasil a alcançar objetivos regionais", afirma o diretor do instituto.

O encontro facilitou o diálogo entre pesquisadores brasileiros e estrangeiros e formuladores de políticas públicas voltadas ao enfrentamento dos desafios da sociedade. Em especial, foi discutido o papel da análise de sistemas nas questões regionais e sociais. Energia e novas tecnologias, uso sustentável da terra e análise de sistemas para auxiliar na elaboração de políticas públicas foram alguns dos temas abordados durante os painéis.

Para o professor Mauro Rabelo, da CAPES, o evento "foi uma oportunidade de conhecer profundamente e de valorizar a parceria e o trabalho que é desenvolvido por pesquisadores-referência no estudo de questões globais".