FGV cria Cátedra de Estudos Indianos

Institucional
14 Abril 2011

Um acordo assinado no último dia 7 entre a presidência da FGV e o Indian Council for Cultural Relations (ICCR), representado pelo embaixador da Índia no Brasil, Mr. B.S. Prakash, criou formalmente na Fundação a Cátedra de Estudos Indianos. O acordo prevê a seleção anual de um acadêmico indiano da área de Humanidades e Ciências Sociais que será recebido na FGV por um semestre letivo, em que lecionará dois cursos sobre a Índia. A FGV identificará, anualmente, temas relacionados à realidade contemporânea da Índia cuja análise possa contribuir para a formação de seus alunos. Ao Indian Council for Cultural Relations caberá indicar professores doutores da Índia, com experiência de ensino em universidades, das áreas de expertise indicadas pela FGV. Dentre a lista enviada pelo ICCR, a FGV selecionará o acadêmico que preencherá a cátedra a cada ano. A Cátedra de Estudos Indianos na FGV é criada em um momento em que Brasil e Índia desempenham um papel de crescente importância nas relações internacionais, participando, assim, da redistribuição global de poder. Discutir eficientemente desafios internacionais como as mudanças climáticas e a proliferação nuclear, por exemplo, já não é possível sem a participação ativa dos dois países. Neste contexto, torna-se crucial tanto para o Brasil quanto para a Índia entender as perspectivas um do outro. Além de compartilharem ambições geopolíticas próximas, ambos lidam com desafios domésticos semelhantes, como a desigualdade, a diversidade populacional, os problemas de inclusão social e o crescimento urbano acelerado. Para estreitar a cooperação e para aprender um com o outro, novas plataformas de interação devem ser criadas para estimular o intercâmbio entre organismos da sociedade civil e da academia dos dois países. O acordo entre o ICCR e a FGV e a criação da Cátedra de Estudos Indianos representam um passo significativo rumo a este propósito. 

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.