FGV lança portal institucional em chinês
Institucional
16 Maio 2018

FGV lança portal institucional em chinês

"Enxergamos que há uma oportunidade de atrair esses alunos chineses para estudarem no Brasil, trazendo conhecimento e diversidade não só à Fundação Getulio Vargas, mas ao Brasil como um todo”, destaca o diretor de Comunicação e Marketing da FGV, Marcos Facó.

Com objetivo de fortalecer relações entre o Brasil e a China, a Fundação Getulio Vargas lança hoje sua versão do Portal FGV em chinês. A iniciativa coloca a FGV como a primeira instituição de ensino superior do Brasil a disponibilizar um site institucional nesse idioma.

“Há 350.755 estudantes chineses matriculados em universidades dos EUA, respondendo por 32,5% do total de 1,08 milhão de estudantes internacionais no país, de acordo com o último relatório publicado pelo Instituto de Educação Internacional (IIE), de novembro de 2017. Enxergamos que há uma oportunidade de atrair esses alunos chineses para estudarem no Brasil, trazendo conhecimento e diversidade não só à Fundação Getulio Vargas, mas ao Brasil como um todo”, destaca o diretor de Comunicação e Marketing da FGV, Marcos Facó.

Atualmente, a FGV possui parcerias acadêmicas com oito instituições chinesas e vem estreitando relações com o país, que atualmente é o principal parceiro comercial da economia brasileira. No ano passado, por exemplo, a Fundação Getulio Vargas lançou o Núcleo de Estudos China-Brasil, que tem como objetivo lançar um olhar sobre os aspectos regulatórios no Brasil, seus avanços e os desafios que impõem às empresas chinesas.

O núcleo tem realizado uma série de eventos para debater as relações sino-brasileiras, como o “Iniciativa Brasil China: Investimentos chineses no Brasil e o papel da Arbitragem, da mediação e dos meios online de solução de conflitos”, que está sendo realizado nesta quarta, 16 de maio, no Centro Cultural FGV, com a participação de uma comitiva formada por mais de 25 chineses. O evento visa trazer em perspectiva comparada as visões brasileira e chinesa sobre arbitragem e os meios alternativos de solução de disputas, incluindo os meios online de solução de conflitos.

A FGV também teve participação destacada no “1st Brics Think-Tank Forum on Pragmatic Cooperation”, em Shangai; no BRICS Think Tank Symposium sobre BRICS Economy e BRICS Cybersecurity, em Chongqing; e nos ciclos de debates “O Brasil e a Ordem Internacional: Estender Pontes ou Erguer Barreiras?”, promovido pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE); e “I Seminário Brasil-China: Desafios Regulatórios e Legais para as Empresas e Investimentos Chineses no Brasil”, realizado no Rio de Janeiro.

A versão em mandarim entra no ar um ano após o lançamento da nova versão do Portal FGV, já disponível em português e inglês. O site está alinhado às principais tendências tecnológicas e permite ao usuário as informações com maior facilidade e de forma intuitiva.

Conheça o novo portal da FGV em mandarim, em www.fgv.br/cn.