FGV lança portal institucional em chinês

"Enxergamos que há uma oportunidade de atrair esses alunos chineses para estudarem no Brasil, trazendo conhecimento e diversidade não só à Fundação Getulio Vargas, mas ao Brasil como um todo”, destaca o diretor de Comunicação e Marketing da FGV, Marcos Facó.
Institucional
16 Maio 2018
FGV lança portal institucional em chinês

Com objetivo de fortalecer relações entre o Brasil e a China, a Fundação Getulio Vargas lança hoje sua versão do Portal FGV em chinês. A iniciativa coloca a FGV como a primeira instituição de ensino superior do Brasil a disponibilizar um site institucional nesse idioma.

“Há 350.755 estudantes chineses matriculados em universidades dos EUA, respondendo por 32,5% do total de 1,08 milhão de estudantes internacionais no país, de acordo com o último relatório publicado pelo Instituto de Educação Internacional (IIE), de novembro de 2017. Enxergamos que há uma oportunidade de atrair esses alunos chineses para estudarem no Brasil, trazendo conhecimento e diversidade não só à Fundação Getulio Vargas, mas ao Brasil como um todo”, destaca o diretor de Comunicação e Marketing da FGV, Marcos Facó.

Atualmente, a FGV possui parcerias acadêmicas com oito instituições chinesas e vem estreitando relações com o país, que atualmente é o principal parceiro comercial da economia brasileira. No ano passado, por exemplo, a Fundação Getulio Vargas lançou o Núcleo de Estudos China-Brasil, que tem como objetivo lançar um olhar sobre os aspectos regulatórios no Brasil, seus avanços e os desafios que impõem às empresas chinesas.

O núcleo tem realizado uma série de eventos para debater as relações sino-brasileiras, como o “Iniciativa Brasil China: Investimentos chineses no Brasil e o papel da Arbitragem, da mediação e dos meios online de solução de conflitos”, que está sendo realizado nesta quarta, 16 de maio, no Centro Cultural FGV, com a participação de uma comitiva formada por mais de 25 chineses. O evento visa trazer em perspectiva comparada as visões brasileira e chinesa sobre arbitragem e os meios alternativos de solução de disputas, incluindo os meios online de solução de conflitos.

A FGV também teve participação destacada no “1st Brics Think-Tank Forum on Pragmatic Cooperation”, em Shangai; no BRICS Think Tank Symposium sobre BRICS Economy e BRICS Cybersecurity, em Chongqing; e nos ciclos de debates “O Brasil e a Ordem Internacional: Estender Pontes ou Erguer Barreiras?”, promovido pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE); e “I Seminário Brasil-China: Desafios Regulatórios e Legais para as Empresas e Investimentos Chineses no Brasil”, realizado no Rio de Janeiro.

A versão em mandarim entra no ar um ano após o lançamento da nova versão do Portal FGV, já disponível em português e inglês. O site está alinhado às principais tendências tecnológicas e permite ao usuário as informações com maior facilidade e de forma intuitiva.

Conheça o novo portal da FGV em mandarim, em www.fgv.br/cn.