FGV Projetos e Câmara de Conciliação e Arbitragem promovem evento sobre Mediação

A proposta do seminário é discutir mecanismos para diminuir os processos em tramitação ou até mesmo evitar que novos sejam iniciados na Justiça Brasileira por meio de uma nova cultura de mediação de conflitos. 
Institucional
04 Dezembro 2015

No dia 8 de dezembro, próxima terça-feira, a Fundação Getulio Vargas, por meio da FGV Projetos e da Câmara de Conciliação e Arbitragem, realiza o seminário ?A Nova Cultura da Mediação no Brasil ? Administração Pública e Relações de Consumo?. A sessão de abertura contará com a presença do governador do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão; do vice-governador Francisco Dornelles; e do vice-presidente da FGV, Sergio Franklin Quintella. Os ministros Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF); Luis Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ); Marco Aurélio Bellizze Oliveira (STJ); Paulo de Tarso Vieira Sanseverino (STJ); Ricardo Villas Boâs Cueva (STJ) e Luís Inácio Lucena Adams (AGU) estarão presentes para discutir as implicações do novo Marco Legal da Mediação, sancionado em junho deste ano. A proposta do seminário é discutir mecanismos para diminuir os processos em tramitação ou até mesmo evitar que novos sejam iniciados na Justiça Brasileira por meio de uma nova cultura de mediação de conflitos. Também será apresentada a nova iniciativa da FGV para gestão estratégica de conflitos. A FGV Mediação é uma plataforma de serviços de mediação presencial e online que, com o uso da tecnologia, pode agilizar acordos entre as partes e formar profissionais para um novo campo de atuação e uma nova cultura de mediação.Na ocasião, será lançado o Caderno FGV Projetos Nº 26: Mediação. A publicação conta com entrevistas do ministro do STF, Ricardo Lewandowski, e do professor norte-americano Dwight Golanan, e de um depoimento do presidente da seccional do Rio de Janeiro da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz. O relator da lei de mediação, Luis Felipe Salomão, participa com um artigo, ao lado da desembargadora Jacqueline Montenegro e do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcus Vinicius Coêlho. A publicação busca apresentar análises de renomados juristas sobre os desafios atuais da mediação no Brasil, conjugando contribuições de acadêmicos e profissionais especialistas com o intuito de proporcionar aos leitores uma visão multifacetada a respeito da modalidade de solução de conflitos.A FGV Projetos apoia o uso da mediação como alternativa à cultura litigante, atualmente em voga. O objetivo é facilitar o trabalho da administração pública e agilizar processos, trazendo mais satisfação às partes.O evento, que acontecerá no Centro Cultural da FGV (Praia de Botafogo, 190 ? Prédio anexo), tem início às 9h e previsão de término às 18h. Para mais informações, clique aqui.