FGV Projetos realiza seminário sobre Mercado da Arte e a Fotografia

O evento, que será realizado logo após a feira ArtRio, acontecerá das 17h às 21h, na sede da Fundação Getulio Vargas, no Rio de Janeiro. O objetivo é botar em discussão o contraste entre a lógica do mercado da arte e a fotografia como objeto artístico na contemporaneidade.
Institucional
09 Setembro 2015

Interessada nas relações entre arte e mercado, a FGV Projetos, em parceria com a galeria de arte Graphos:Brasil, promove, na próxima terça-feira, dia 15 de setembro, o seminário Mercado de Arte e a Fotografia. O evento, que será realizado logo após a feira ArtRio, acontecerá das 17h às 21h, na sede da Fundação Getulio Vargas, no Rio de Janeiro. O objetivo é botar em discussão o contraste entre a lógica do mercado da arte e a fotografia como objeto artístico na contemporaneidade.No seminário, a artista brasileira Rosângela Rennó, conhecida por explorar a fotografia como linguagem artística, discutirá sua obra ?Menos-Valia?, apresentada na 29ª Bienal de São Paulo. Além dela, especialistas do mundo da arte dividirão espaço com representantes do mercado para pensar as tensões e interações entre esses dois campos, geralmente analisados separadamente. Participarão dessas discussões a pesquisadora Isabel Florêncio, o professor e pesquisador Antonio Fatorelli, o diretor da FGV Projetos, Cesar Cunha Campos, e o diretor da Graphos:Brasil, Ricardo Duarte.A iniciativa faz parte de uma série de ações que a FGV Projetos tem empreendido com intuito de produzir conhecimento sobre a arte e cultura brasileiras. A unidade investe na criação e no desenvolvimento de uma série de livros dedicados a registrar o avanço dos processos criativos e de inovação no setor, bem como seus reflexos no desenvolvimento da sociedade brasileira.Nos últimos anos, foram publicados os livros ?Móvel Brasileiro Moderno? e ?Móvel Brasileiro Contemporâneo?, dedicados ao design de móveis nacionais, de Decio Vieira, todos com direção editorial de Paulo Herkenhoff, que atualmente também trabalha na orientação de uma obra sobre o curso de desenho de propaganda e artes gráficas promovido pela FGV em 1946.Recentemente, a unidade lançou o estudo ?A Cultura na Economia Brasileira?, cujo objetivo é criar indicadores do setor cultural na economia brasileira. Também está sendo desenvolvida uma pesquisa inédita sobre o mercado de arte brasileira, seus agentes e seu comportamento.O diretor da FGV Projetos, Cesar Cunha Campos, destaca a importância do evento. ?A FGV Projetos entende que a modernização da sociedade brasileira é atravessada pela cultura?, afirma.As inscrições podem ser feitas pelo site. O evento será no auditório do 12º andar, na sede da FGV no Rio de Janeiro.