FGV recebe visita do sociólogo Manuel Castells
Políticas Públicas
07 Dezembro 2017

FGV recebe visita do sociólogo Manuel Castells

Castells conheceu os estudos mais recentes da DAPP de monitoramento do debate público nas redes. Entre os destaques, estiveram o estudo “Robôs, redes sociais e política”, sobre a interferência de contas automatizadas em momentos-chave da política brasileira, e as iniciativas que a FGV DAPP está desenvolvendo para acompanhar o debate durante as eleições de 2018.

A Fundação Getulio Vargas (FGV) recebeu, no dia 5 de dezembro, a visita do sociólogo espanhol Manuel Castells, autor de mais de 20 livros sobre a cultura da sociedade em rede. A obra de Castells é frequentemente usada como referência para estudos e análises da Diretoria de Análise de Políticas Públicas (FGV DAPP) na área de política na rede.

O sociólogo foi recebido pelo presidente da FGV, professor Carlos Ivan Simonsen Leal, para um almoço na sede da Fundação, no Rio de Janeiro. Durante a tarde, Castells visitou o escritório da FGV DAPP, onde participou de um bate-papo com o diretor Marco Aurelio Ruediger e conheceu os estudos mais recentes da Diretoria de monitoramento do debate público nas redes. Entre os destaques, estiveram o estudo “Robôs, redes sociais e política”, sobre a interferência de contas automatizadas em momentos-chave da política brasileira, e as iniciativas que a FGV DAPP está desenvolvendo para acompanhar o debate durante as eleições de 2018.

Castells é atualmente professor de Sociologia na Universidade Aberta da Catalunha (UOC, na sigla em catalão), na Espanha, e professor de Comunicação, Tecnologia e Sociedade na Universidade da Califórnia do Sul, nos Estados Unidos. Em 1972, ele publicou seu primeiro livro, “La Question Urbaine”, que foi traduzido para 10 línguas e se tornou um clássico em todo o mundo. Hoje, Castells é um dos pensadores mais citados nas áreas de sociologia e comunicação social.

O sociólogo espanhol veio ao Brasil para realizar a conferência “A ruptura: a crise da democracia liberal”, no dia 6 de dezembro, no Teatro Oi Casa Grande. O evento discutiu tensões e impasses contemporâneos relacionados ao desenvolvimento das instituições democráticas e ao funcionamento do Estado de Direito na sociedade em rede.