FGV vai assessorar modelagem de concessões e PPPs no Rio Grande do Sul

A FGV foi representada por seu presidente, professor Carlos Ivan Simonsen Leal, pelo diretor da FGV Projetos, Cesar Cunha Campos e pelo ex-Ministro Henrique Paim. O Presidente destacou que o acordo de cooperação é um passo extremamente oportuno e inteligente, pois pensa no futuro e não se dá por vencido frente às dificuldades impostas pela grave crise econômica que afetou o Brasil.
Políticas Públicas
23 Outubro 2017
FGV vai assessorar modelagem de concessões e PPPs no Rio Grande do Sul

A Fundação Getulio Vargas assinou um acordo de cooperação com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) para análise econômico-financeira, jurídica de projetos. A assinatura do convênio foi realizada no dia 19 de outubro, na sede do governo do Estado do Rio Grande do Sul, em uma cerimônia em que 27 prefeituras aderiram ao programa.

A parceria da FGV com o BRDE vai apoiar os municípios na captação de financiamento de fontes nacionais e internacionais; no incremento da participação privada em projetos de parcerias público-privadas (PPPs) e concessões. Além disso, o acordo prevê o apoio em projetos de assessoria técnica sob medida para atender a demandas específicas das prefeituras, como administração de fundos e avaliação de imóveis.

A FGV foi representada por seu presidente, professor Carlos Ivan Simonsen Leal, pelo diretor da FGV Projetos, Cesar Cunha Campos e pelo ex-Ministro Henrique Paim. O Presidente destacou que o acordo de cooperação é um passo extremamente oportuno e inteligente, pois pensa no futuro e não se dá por vencido frente às dificuldades impostas pela grave crise econômica que afetou o Brasil.

“Essa parceria pode alavancar o investimento público, alavancar aquilo que hoje o Brasil está mais carente: os investimentos em infraestrutura. Os investimentos em educação. Os investimentos nos municípios”, destacou o presidente.

A solenidade contou ainda com a participação do governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori.  Ele salientou que a ação do BRDE coloca à disposição dos municípios um corpo técnico especializado para apoiar as prefeituras e que a parceria com a FGV vai contribuir com a modernização do estado.

“A parceria com a FGV, entidade com grande experiência, vai aprofundar muito o conhecimento na assessoria, na modelagem de concessões, PPPs e captação de recursos e reafirma o que sempre dissemos: não temos qualquer tipo de preconceito com as parcerias público-privadas. O nosso foco é modernizar o Estado e oferecer um serviço de qualidade para a população”, afirmou o governador.