?Para Jobs, é melhor ser pirata que entrar na marinha? ? artigo de Joaquim Falcão

Institucional
18 Janeiro 2012

Em artigo para o Blog do Noblat, o diretor da Direito Rio, Joaquim Falcão, parte de duas afirmações atribuídas a Steve Jobs em sua biografia e defende que o Brasil tem que ter sua própria política de proteção ao direito autoral com uma combinação de estímulo à criação e inovação, e acesso da maioria da população aos bens culturais e científicos. Mas para Falcão, ?o canibalismo recôndito que transparece na biografia de Jobs, não pode servir de exemplo, nem para indivíduos, nem para países?. Para ler o artigo, clique aqui.  A discussão sobre a situação sobre os direitos autorais na era das redes ganha relevo especialmente hoje, dia de protesto mundial contra o projeto de lei ?Stop Online Piracy Act? (SOPA), em trâmite no senado norte-americano.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.