José Julio Senna traça origens da política monetária em aula magna da EPGE

Institucional
21 Março 2012

Na última sexta-feira, dia 16 de março, o diretor-geral da Escola de Pós-Graduação em Economia da Fundação Getulio Vargas (EPGE), professor Rubens Penha Cysne, e os diretores da graduação em Ciências Econômicas, professores Luis Braido e André Villela, receberam no auditório Engenheiro Manoel Fernando Thompson Motta (12º andar), o professor José Julio Senna, sócio-diretor da MCM Consultores Associados e membro do Conselho Diretor da FGV, que proferiu a aula magna ?A Política Monetária: de Keynes ao Regime de Metas de Inflação?.  Na ocasião, foram discutidos a importância intelectual de Keynes, o caráter reformista de sua obra, a mudança de opinião devido à Grande Depressão e sua influência no pensamento econômico no Pós-Guerra. Senna falou também de Milton Friedman e de seu esforço para convencer o público nos anos 1950 e 1960 de que a inflação era um problema importante, que merecia ser estudado a fundo, e que a política monetária oferecia a solução pra combatê-lo.  O palestrante fechou a aula ressaltando a importância de Keynes e de Friedman na evolução do pensamento econômico no séc. XX, mostrando como ambos, a seu tempo, anteciparam muitos dos aspectos que cercam a montagem e operação dos atuais regimes de Metas de Inflação.  Além do corpo discente da graduação e da pós-graduação, o evento contou ainda com a presença do diretor de Operações da FGV Mario Rocha e de funcionários da casa. 

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.