Ministro Tarcísio Freitas fala sobre desafios da infraestrutura brasileira de transportes

Apesar da atual crise econômica e sanitária causada pela pandemia da Covid-19, com forte impacto negativo no PIB de 2020, existe boa expectativa de que, em 2021, as ações do ministério da Infraestrutura contribuirão para catalisar e acelerar a retomada da economia, do emprego e da geração de renda
Políticas Públicas
26 Junho 2020
Ministro Tarcísio Freitas fala sobre desafios da infraestrutura brasileira de transportes

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, é o convidado do webinar “Panorama atual e futuro da infraestrutura brasileira de transportes”, que o FGV Transportes realiza no dia 29 de junho. O evento será transmitido ao vivo pelo Youtube da FGV a partir das 11h.

A infraestrutura de transportes é a base do desenvolvimento e crescimento econômico de um país, pois promove a integração nacional por meio de seus sistemas rodoviários, ferroviários, aquaviários, dutoviário e aeroviário, que, por sua vez, permitem a movimentação das riquezas naturais, produtos industrializados, bens de consumo e pessoas entre todas as regiões do país e para o exterior.

No Brasil, a grave crise financeira do Estado brasileiro, nas duas últimas décadas, vem comprometendo muito os investimentos na infraestrutura de transportes do país. Em 2019, os investimentos do Governo Federal em infraestrutura de transportes corresponderam a apenas 0,14% do PIB nacional, menor percentual dos últimos 12 anos, conforme consta de boletim da CNT. Segundo o FGV Transportes, entre 2008 e 2018, os investimentos públicos em infraestrutura de transportes foram de 0,31% do PIB, em média anual.

Em virtude desses baixos investimentos em rodovias, ferrovias, portos, aeroportos e hidrovias, o Brasil está tornando pior a infraestrutura já existente. Conforme consta do último Plano CNT de Transporte e Logística, de 2018, o Brasil precisa investir, para todos os modais (rodoviário, ferroviário, aquaviário e aéreo), R$ 1,7 trilhão, em mais de 2.600 intervenções.

Apesar da atual crise econômica e sanitária causada pela pandemia da Covid-19, com forte impacto negativo no PIB de 2020, existe boa expectativa de que, em 2021, as ações do ministério da Infraestrutura contribuirão para catalisar e acelerar a retomada da economia, do emprego e da geração de renda. Além disso, o Governo Federal afirma que o programa Pró-Brasil, que prevê investimentos em obras públicas como forma de retomar a atividade econômica após a pandemia do Coronavírus, deverá ficar pronto entre agosto e setembro e terá um papel importante na modernização da regulamentação e legislação do setor de infraestrutura, além de impulsionar investimentos privados de até R$ 250 bilhões no Ministério da Infraestrutura.

Esse cenário desafiador será abordado pelo ministro Tarcísio durante o evento, que contará com abertura do presidente da FGV, Carlos Ivan Simonsen Leal, e moderação do Coordenador do FGV Transportes, Marcus Quintella, e de Rodrigo Vilaça (FGV Transportes).

Para mais informações e inscrições acesse o site.

 

Foto: Alberto Ruy/ MInfra.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.