Monitor do PIB-FGV aponta crescimento de 0,1% da atividade econômica em outubro de 2023

O consumo das famílias cresceu 2,6% no trimestre móvel findo em outubro. Após os expressivos crescimentos registrados em 2022, o consumo das famílias apresentou estabilidade do crescimento em torno de 3,5% ao trimestre em 2023.
Economia
21 Dezembro 2023
Monitor do PIB-FGV aponta crescimento de 0,1% da atividade econômica em outubro de 2023

O Monitor do PIB-FGV, considerando-se dados com ajuste sazonal, aponta crescimento de 0,1% na atividade econômica em outubro em comparação a setembro. Na comparação interanual a economia cresceu 2,4% em outubro e 2,0% no trimestre móvel findo em outubro. No acumulado em 12 meses até outubro, o crescimento registrado na economia foi de 2,9%. 

“Após dois meses consecutivos de retração, a atividade econômica apresentou variação positiva de 0,1% em outubro, em comparação a setembro. Isto se deve as contribuições positivas da indústria e dos serviços. Pela ótica da demanda, destaca-se a retração de 0,5% no consumo das famílias após quatro meses consecutivos de alta, tendo havido retração em todas as categorias de consumo analisadas. É possível que esse resultado seja pontual, mas chama atenção dado o peso do consumo no PIB e a influência positiva que tem representado em 2023 para o desempenho da economia.”, segundo Juliana Trece, coordenadora da pesquisa. 

Análise desagregada dos componentes da Demanda  

A análise gráfica desagregada dos componentes da demanda foi realizada na série trimestral interanual por apresentar menor volatilidade do que as taxas mensais e aquelas ajustadas sazonalmente, permitindo melhor compreensão da trajetória de seus componentes.  

Consumo das famílias 

O consumo das famílias cresceu 2,6% no trimestre móvel findo em outubro. Após os expressivos crescimentos registrados em 2022, o consumo das famílias apresentou estabilidade do crescimento em torno de 3,5% ao trimestre em 2023. Contudo, o resultado do trimestre móvel findo em outubro mostra desaceleração do ritmo de crescimento com redução da contribuição de todas as categorias de consumo. Ainda assim, observa-se que, à exceção do consumo de produtos semiduráveis, todas as demais categorias de consumo cresceram. 

Formação bruta de capital fixo (FBCF) 

A FBCF retraiu 6,2% no trimestre móvel findo em outubro. Este recuo é explicado pelas retrações nos segmentos de máquinas e equipamentos e construção. Contudo, a contribuição negativa da construção foi de apenas -0,8 p.p., quando comparado aos -5,7 p.p. de máquinas e equipamentos. Conforme comentado em edições anteriores do Monitor do PIB, o mal desempenho de máquinas e equipamentos é disseminado, com a contribuição negativa mais relevante sendo a do segmento de caminhões, ônibus e relacionados. 

Exportação 

A exportação de bens e serviços cresceu 11,4% no trimestre móvel findo em outubro. Novamente, como tem sido observado ao longo de 2023, e já foi comentado em edições anteriores do Monitor do PIB, as exportações de produtos agropecuários e da extrativa mineral explicam o forte desempenho das exportações. Destaca-se que a contribuição da agropecuária tem aumentado ao longo do ano, saindo de 4,7 p.p. no trimestre móvel findo em maio para 7,3 p.p. no trimestre móvel findo em outubro. 

Importação 

O total das importações retraiu 5,4 no trimestre móvel findo em outubro. O forte desempenho negativo de bens intermediários, desde meados do ano, é o principal responsável por esta forte retração das importações. 

PIB-FGV em valores 

Em termos monetários, estima-se que o acumulado do PIB até outubro em valores correntes, tenha sido de 8 trilhões 949 bilhões e 684 milhões de Reais. 

Taxa de Investimento  

O Gráfico 6 do release destaca em duas linhas as médias das taxas de investimento: a laranja (em cima) mostra a média das taxas de investimento mensais desde janeiro de 2000 (17,9%); a cinza (embaixo), a média das taxas de investimento mensais desde janeiro de 2015 (16,4%). Observa-se que a taxa de investimento em outubro foi de 17,1%; pouco acima da média histórica desde 2015, mas abaixo da média histórica desde 2000.  

Para saber mais, acesse o site

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.