Novo curso discute futuro das relações Brasil-China sob aspectos políticos, jurídicos e de desenvolvimento

A proposta é qualificar os profissionais brasileiros para desenvolver uma relação produtiva e de longo prazo com empresários e autoridades da China. O país asiático é, atualmente, o principal parceiro comercial do Brasil e sua economia deve crescer entre 7,9% e 8,2% em 2021, segundo projeções do Banco Mundial e do FMI
Direito
05 Novembro 2020
Novo curso discute futuro das relações Brasil-China sob aspectos políticos, jurídicos e de desenvolvimento

O Núcleo de Estudos Brasil-China da Escola de Direito do Rio de Janeiro (FGV Direito Rio) recebe inscrições para o curso “O futuro das relações Brasil-China: direito, política e desenvolvimento”. O programa visa fornecer o conhecimento necessário para compreender a China contemporânea, suas transformações internas e desafios externos no campo jurídico, econômico e diplomático, tendo em conta os fundamentos históricos e culturais que caracterizam o modelo de governança chinês. As aulas serão ministradas ao vivo, via Zoom, de 23 a 27 de novembro, das 9h às 12h.

A proposta do curso é qualificar os profissionais brasileiros para desenvolver uma relação produtiva e de longo prazo com empresários e autoridades da China. O país asiático é, atualmente, o principal parceiro comercial do Brasil e sua economia deve crescer entre 7,9% e 8,2% em 2021, segundo projeções do Banco Mundial e do FMI.

O programa é coordenado pelo professor Evandro Menezes de Carvalho, um dos maiores especialistas brasileiros sobre o país asiático, onde atuou como professor visitante do Center for BRICS Studies da Fudan University e Senior Scholar da Shanghai University of Finance and Economics. O curso também contará com a participação de palestrantes internacionais, como o Cônsul Geral da China no Rio de Janeiro, Li Yang, o diretor do Escritório de Representação do China Council for the Promotion of International Trade, Zhang Xin, e o professor Ban Tianke, da Universidade Fudan (Shanghai, China).

“A China está preparando o seu 14º Plano Quinquenal que abrangerá os anos de 2021-2025. Este plano estabelece o que o governo chinês chama de novo padrão de desenvolvimento e define as prioridades do governo chinês para os próximos cinco anos. Dado que Brasil e China estão, por outro lado, discutindo um novo Plano Decenal de Cooperação que abrangerá os anos de 2022 e 2031, compreender o atual contexto internacional e a dinâmica interna na China é fundamental para se vislumbrar como aproveitar as novas oportunidades que se apresentam para o futuro”, destaca o professor Evandro.

O curso será ministrado em português, mas as palestras com os convidados internacionais serão realizadas em inglês. Para mais informações sobre o programa do curso e inscrições acesse o site.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.