Novo livro celebra os primeiros 100 anos da historiografia
Ciências Sociais
05 Outubro 2018

Novo livro celebra os primeiros 100 anos da historiografia

A reflexão sobre o conceito moderno de história atravessa, nesse período de 100 anos abordado na obra, as análises de muitos historiadores brasileiros. Em outras palavras, muito antes de a história dos conceitos de origem alemã fazer fama mundial, o tema, de forma direta ou indireta, era frequentado por aqueles que se dispunham a refletir sobre a história e a prática histórica.

Nos últimos anos, tem havido um crescente interesse por questões como: Qual o lugar da história hoje, qual a natureza do ofício do historiador e seu papel diante das demandas sociais? Para discutir o conceito da historiografia e sua importância, a Editora FGV lança o livro “Uma introdução à história da historiografia brasileira”, que oferece uma contribuição relevante ao apresentar um conjunto de informações sobre autores, obras e contextos que registram os diferentes momentos e concepções da escrita de história no Brasil no período de 1870 a 1970. O lançamento da obra será dia 5 de outubro, às 18h30, na Livraria FGV (Praia de Botafogo, 190. Térreo. Botafogo, Rio de Janeiro/RJ).

Desde Capistrano de Abreu, escrevendo o necrológio de Francisco Adolfo de Varnhagen, em 1878, e ultrapassando a análise da obra do visconde de Porto Seguro para chegar a um retrato do historiador ideal, até a produção do século XX, nas universidades e associações profissionais (Associação Nacional de História — Anpuh), os autores analisaram como os historiadores brasileiros definiram seu ofício, processo concomitante com sua historicização.

A reflexão sobre o conceito moderno de história atravessa, nesse período de 100 anos abordado na obra, as análises de muitos historiadores brasileiros. Em outras palavras, muito antes de a história dos conceitos de origem alemã fazer fama mundial, o tema, de forma direta ou indireta, era frequentado por aqueles que se dispunham a refletir sobre a história e a prática histórica.

Ao adotarem o conceito de historiografia como uma “história da escrita da história” os autores Thiago Lima Nicodemo, Pedro Afonso Cristovão dos Santos, Mateus Henrique de Faria Pereira, apresentam reflexões que são estímulos para o entendimento das diferentes concepções de história que marcaram o percurso e as perspectivas futuras da disciplina história no país, tão discutidas atualmente.

Para mais informações sobre o livro, acesse o site.