Novo livro fala sobre papel da Justiça no cotidiano do brasileiro

Oscar Vilhena Vieira e Rubens Glezer, professores da FGV Direito SP e organizadores da obra, prepararam um verdadeiro diálogo constitucional com professores de pós-graduação em Direito de diferentes instituições de ensino, por meio de uma coletânea de 18 ensaios.
Direito
28 Março 2018
Novo livro fala sobre papel da Justiça no cotidiano do brasileiro

A Editora FGV, em parceria com a Escola de Direito de São Paulo (FGV Direito SP), vai lançar no dia 2 de abril, em São Paulo (Livraria Cultura – Conjunto Nacional – Avenida Paulista, 2.073. – Bela Vista, São Paulo/SP), o livro A razão e o voto: diálogos constitucionais com Luís Roberto Barroso. A obra foi redigida a partir de um artigo do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) – A razão sem voto: o Supremo Tribunal Federal e o governo da maioria.

Oscar Vilhena Vieira e Rubens Glezer, professores da FGV Direito SP e organizadores da obra, prepararam um verdadeiro diálogo constitucional com professores de pós-graduação em Direito de diferentes instituições de ensino, por meio de uma coletânea de 18 ensaios. Os textos dialogam diretamente com as ideias propostas pelo ministro Barroso e têm como foco o papel constitucional do Judiciário, mais especificamente do Supremo Tribunal Federal.

As ideias colocadas em discussão através do artigo “A razão sem voto”, por vezes se contrapõem a alguns dos cânones da teoria constitucional, provocando ainda mais a troca de ideias. Por outro lado, seu autor se dispõe a debater de forma aberta e objetiva a descrição das operações teóricas, políticas e morais que estruturam as decisões do Supremo Tribunal Federal nos dias de hoje.

Neste livro, o ministro aceita o convite de submeter seu texto a uma avaliação por parte de colegas da academia, alguns deles seus ex-alunos, através desses 18 artigos produzidos especificamente para debater com os argumentos do texto.                                   

A nova obra da Editora FGV é uma aula de Direito Constitucional e um exercício fundamental sobre o papel, cada vez mais relevante, da Justiça no dia a dia do povo brasileiro. A sessão de autógrafos contará com participação do ministro Luís Roberto Barroso e dos organizadores do livro, Oscar Vilhena Vieira e Rubens Glezer.

Para mais informações sobre o livro, acesse o site.