Parceria entre FGV e WWF-Brasil contribui para o debate sobre infraestruturas na Amazônia

O documento se propõe a organizar aspectos essenciais que devem constituir as infraestruturas, associados à finalidade dos projetos e ao processo de implementação ao longo de todo o ciclo de vida dos empreendimentos.
Políticas Públicas
17 Julho 2023
Parceria entre FGV e WWF-Brasil contribui para o debate sobre infraestruturas na Amazônia

Projetos de infraestruturas costumam estar no centro das estratégias nacionais de desenvolvimento e são considerados essenciais à retomada econômica, ao alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e ao cumprimento dos acordos climáticos. Nesse contexto, o Centro de Estudos em Sustentabilidade (FGVces) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV EAESP) promove o lançamento da publicação Sistema de Classificação da Infraestrutura Socioterritorial: uma proposta para a Amazônia brasileira, fruto de uma parceria entre o FGVces e o WWF-Brasil.

Na região Amazônica, é preciso considerar os desafios inerentes a esses projetos, tanto em função das alterações historicamente provocadas pela implantação de grandes obras, quanto pela falta de provisão de serviços essenciais associados à infraestrutura básica, percebida nos índices e indicadores de desenvolvimento da região, invariavelmente menores que a média nacional.

O documento é resultado da segunda fase da parceria entre as organizações e se propõe a organizar aspectos essenciais que devem constituir as infraestruturas, associados à finalidade dos projetos - com vistas à promoção de modelos de desenvolvimento centrados nas demandas e prioridades das populações que habitam a região, na proteção dos territórios e na conservação da sociobiodiversidade – e ao processo de implementação ao longo de todo o ciclo de vida dos empreendimentos.

Inspirada nas recentes iniciativas de construção de sistemas de classificação para atividades econômicas, – as chamadas taxonomias verdes ou sustentáveis – a proposta apresenta caminhos para estruturação de uma taxonomia voltada à classificação de infraestruturas.

Inovação

A inovação em relação às taxonomias que têm sido desenvolvidas está na estrutura da proposta   e nos recortes particulares adotados, o sistema tem como foco infraestruturas e é destinado a uma região subnacional específica.

Além de contar com uma etapa de avaliação cuja função é selecionar infraestruturas que podem ser classificadas como socioterritoriais a partir da avaliação de sua contribuição a objetivos estratégicos específicos para a Amazônia, o sistema conta com uma camada adicional que busca qualificar as infraestruturas selecionadas a partir de uma análise de desempenho. O objetivo dessa etapa é avaliar como são contempladas e incorporadas questões associadas à abordagem territorial para o desenvolvimento.

A proposta foi e segue sendo construída em colaboração com o Grupo de Trabalho temático sobre Infraestrutura Socioterritorial, criado no âmbito da iniciativa Uma Concertação pela Amazônia. Os trabalhos entram agora numa terceira fase, que tem como objetivo principal dialogar com potenciais usuários da ferramenta para aproximar ainda mais de sua aplicabilidade e avançar no desenvolvimento dos componentes do sistema de classificação.

Clique aqui para ler o documento na íntegra.

Para saber mais o FGVces, acesse o site.

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.