Perspectivas para economia com o novo governo é tema de debate em São Paulo

Promovido pelo FGV IBRE e pelo Estadão, o evento colocará em pauta o Cenário macroeconômico e também terá espaço para o debate político.
Economia
11 Dezembro 2018
Perspectivas para economia com o novo governo é tema de debate em São Paulo

O novo governo assume em 1º de janeiro com o desafio de colocar o Brasil no caminho do crescimento, ajustar as contas públicas e eliminar gargalos para que o crescimento seja sustentável. O cenário político-econômico que o novo presidente irá encontrar será debatido no dia 13 de dezembro, das 8h30 às 12h, no auditório FGV 9 de julho (Rua Itapeva, 432 - Bela Vista, São Paulo/SP). Promovido pelo Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE) e pelo jornal O Estado de S. Paulo, o seminário “Perspectivas 2019: Os desafios para o Planalto” vai reunir especialistas do mercado, economistas da Fundação e jornalistas do Estadão.

Serão duas mesas de debate. Na primeira, estará em pauta o Cenário macroeconômico. A coordenadora do Boletim Macro IBRE, Silvia Matos, vai apresentar as previsões para a economia em 2019. Participam do debate a repórter especial do Estadão, Renata Agostini; o pesquisador sênior do FGV IBRE, Livio Ribeiro; o colunista do Estadão, Celso Ming; e o economista-chefe do Banco Safra, Carlos Kawall.

Para Silvia, o principal desafio do país é a grave situação fiscal. Segundo ela, a melhora da economia vai depender da capacidade do novo governo de aprovar as reformas necessárias, como a da Previdenciária, incluindo os regimes especiais de aposentadora, assim como a desvinculação dos benefícios do salário mínimo.

“Além disso, é importante a continuação da agenda de reformas microeconômicas, com o fortalecimento da Segurança Jurídica e Previsibilidade Regulatória para permitir que o Ambiente de Negócios seja mais eficiente e competitivo. Com isso, podemos ter um novo ciclo de investimentos, que é fundamental para que o crescimento seja sustentável”.

O encontro, voltado para economistas, profissionais do setor, estudantes e interessados no tema, também terá espaço para o debate político. Fernando Abrucio, professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV EAESP), vai analisar a nova composição da Câmara e do Senado e as chances do presidente eleito aprovar as reformas definidas pelos especialistas como fundamentais para que o país possa crescer. Estarão presentes nessa mesa Vera Magalhães, colunista do Estadão; Samuel Pessôa, pesquisador sênior da área de Economia Aplicada do FGV IBRE; Ricardo Ribeiro, analista da MCM Consultores; e Alberto Bombig, editor executivo do Estadão.

Para mais informações e inscrições, acesse o site.