Pesquisa divulga resultados sobre impacto da agricultura familiar na cadeia de alimentos

O objetivo do evento foi debater e apresentar as diretrizes com foco em três temas: relações de consumo, infraestrutura & tecnologia e juventude na agricultura.
Administração
19 Março 2019
Pesquisa divulga resultados sobre impacto da agricultura familiar na cadeia de alimentos

O Centro de Estudos em Sustentabilidade (FGVces) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV EAESP) divulgou os resultados do terceiro ciclo do Projeto Bota Na Mesa – “Diretrizes para a Inclusão da Agricultura Familiar na Cadeia de Alimentos”, no dia 20 de fevereiro, em São Paulo.

Nos primeiros dois anos, o Bota Na Mesa apoiou cooperativas de agricultores familiares na região urbana e periurbana do município de São Paulo em práticas de gestão para acesso a mercados, de acordo com o interesse das cooperativas. A partir de 2018, o projeto passou a trabalhar com agricultores e outros atores da cadeia de alimentos para criar diretrizes públicas e empresariais para inclusão da agricultura familiar.

“O objetivo do evento foi debater e apresentar as diretrizes com foco em três temas: relações de consumo, infraestrutura & tecnologia e juventude na agricultura. Além disso, foram anunciados os temas que trabalharemos nesse ano: transição agroecológica e mudança do clima”, explica Manuela Santos, pesquisadora do FGVces e gestora do projeto. O evento contou ainda com um debate com representantes de governo e de empresas, além das cooperativas,  para pensar possibilidades de implementação das diretrizes lançadas, o que também será foco de esforços da equipe do FGVces em 2019.

O projeto Bota na Mesa é uma iniciativa do FGVces em parceria com o Citi e patrocinado pela Citi Foundation, que busca incluir a agricultura familiar na cadeia de alimentos em grandes centros urbanos, considerando o comércio justo, a conservação ambiental e a segurança alimentar e nutricional. Com o projeto, o FGVces espera contribuir para que haja mais transparência nos relacionamentos e para que o papel social e ambiental do pequeno produtor esteja refletido em uma cadeia de alimentos mais justa e inclusiva.

Para ter acesso aos resultados do projeto, clique aqui.