Prêmio Mendes Júnior de Monografias Jurídicas recebe 77 trabalhos

Institucional
07 Abril 2011

O Prêmio Mendes Júnior de Monografias Jurídicas, uma iniciativa da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (DIREITO GV), com apoio da Mendes Júnior Participações S.A, recebeu 77 trabalhos conformes as regras do edital, lançado em outubro de 2010. O prazo para recebimento das monografias terminou em 31 de março, às 18h. ?Com o encerramento e o número considerável de candidatos que se inscreveram, atingindo o número de 77 trabalhos válidos, o prêmio fez jus à importância acadêmica e ao valor instituído?, afirma o professor Ary Oswaldo Mattos Filho, um dos entusiastas da premiação. A próxima etapa do concurso consiste na avaliação dos trabalhos por um corpo de 15 pareceristas previamente selecionados pela DIREITO GV, composto por advogados, magistrados, pesquisadores e professores universitários. Os nomes serão mantidos em sigilo em nome da isenção do concurso. Todos os pareceristas têm doutorado em Direito e são provenientes de diferentes estados e regiões do Brasil. Destaca-se que a formação acadêmica é diversificada, sendo que as principais áreas são Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Constitucional, Direito Econômico, Direito Internacional, Filosofia do Direito etc. Cada monografia será avaliada independentemente por dois pareceristas. Os critérios de avaliação de todos os trabalhos serão uniformes, obedecendo aos parâmetros indicados no edital do concurso. As quinze monografias que receberem as maiores notas serão submetidas à apreciação da Comissão Julgadora, composta pelos professores Célio de Oliveira Borja, José Joaquim Gomes Canotilho, Judith Hofmeister Martins-Costa, Luis Roberto Barroso e Octávio Luiz Motta Ferraz, que apontará os cinco vencedores do Prêmio Mendes Júnior.  Os vencedores receberão prêmios em dinheiro que vão de R$ 30.000,00 (quinto colocado) a R$ 150.000,00 (primeiro colocado). A previsão de divulgação dos resultados finais é em setembro de 2011.