Com a presença de autoridades públicas, política educacional brasileira é tema discutido em evento da FGV

Na ocasião, estarão presentes grandes nomes da área, como Mangabeira Unger, ministro de Estado e chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República; Manuel Palácios, secretário de Educação Básica do ministério da Educação; e André Portela, professor da FGV/EESP.
Institucional
30 Julho 2015

Na próxima segunda-feira, dia 3 de agosto, a Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV/EESP), em parceria com o Insper e o Instituto Unibanco, irá promover o evento ?Política Educacional Brasileira - Como pretendemos alcançar os resultados que precisamos??, no Auditório do Itaú, na FGV. Dividido em três momentos, o encontro irá reunir especialistas, acadêmicos e gestores públicos que buscarão responder como a política educacional brasileira irá alcançar os resultados desejados para o futuro.Na ocasião, estarão presentes grandes nomes da área, como Mangabeira Unger, ministro de Estado e chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República; Manuel Palácios, secretário de Educação Básica do ministério da Educação; e André Portela, professor da FGV/EESP.O primeiro momento visa apresentar um mapa detalhado do estado atual da situação educacional do país, mostrando sua evolução ao longo das últimas décadas. Para este segmento, foram convidados acadêmicos que, além de apresentar uma abrangente e detalhada avaliação da situação, irão apontar o quanto é preciso avançar para alcançar níveis educacionais compatíveis níveis de países com desenvolvimento econômico similar ao Brasil.A segunda parte do encontro busca evidenciar o avanço que o país vem realizando em planejar seu futuro educacional, estabelecendo metas e compromissos com magnitude e data marcada para serem cumpridos. Neste momento, estarão presentes autoridades públicas e representantes responsáveis por monitorar e definir os planos, compromissos e metas nacionais para a educação.No terceiro momento, participarão autoridades públicas e representantes responsáveis por traçar os rumos e implementar a política educacional brasileira. Esse grupo irá avaliar em que medida as ações implantadas e planejadas serão capazes de responder aos anseios, desafios, planos, compromissos e metas mapeados nos dois segmentos anteriores.Confira a programação completa e clique aqui para realizar sua inscrição.