Prévia da Confiança da Industria sinaliza queda em junho

“A prévia de junho sinaliza queda da confiança sob influência de uma expressiva piora das avaliações sobre a situação atual. Há que se considerar, no entanto, que o aumento da incerteza econômica após as greves de caminhoneiros do final de maio, pode levar a que o resultado final da pesquisa seja mais distante da prévia que de costume”, afirma Tabi Thuler Santos, coordenadora da Sondagem da Indústria do FGV IBRE.
Economia
22 Junho 2018
Prévia da Confiança da Industria sinaliza queda em junho

A prévia da Sondagem da Indústria de junho de 2018, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE), sinaliza queda de 1,4 ponto do Índice de Confiança da Indústria (ICI) em relação ao número final de maio, para 99,7 pontos.

O Índice da Situação Atual (ISA) cairia 6,2 pontos no mês, para 94,4 pontos. Após cair em abril e estabilizar em maio, o Índice de Expectativas (IE) subiria 3,3 pontos em junho, para 104,9 pontos.

“A prévia de junho sinaliza queda da confiança sob influência de uma expressiva piora das avaliações sobre a situação atual. Há que se considerar, no entanto, que o aumento da incerteza econômica após as greves de caminhoneiros do final de maio, pode levar a que o resultado final da pesquisa seja mais distante da prévia que de costume. Entre os aspectos positivos está a normalização gradual das atividades produtivas ao longo do mês. Entre os negativos, a piora percebida da qualidade da política econômica e a maior proximidade das eleições”, afirma Tabi Thuler Santos, coordenadora da Sondagem da Indústria do FGV IBRE.

Após a estabilidade apresentada nos últimos dois meses, o resultado preliminar de junho indica redução de 0,2 ponto percentual no Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria (NUCI), para 76,3%.

Para a prévia de junho de 2018 foram consultadas 788 empresas entre os dias 04 e 19 deste mês. O resultado final da pesquisa será divulgado na próxima sexta-feira, dia 29 de junho. Para mais informações, acesse o site.