Primeira Revista Conjuntura do ano analisa política fiscal no país

Institucional
10 Janeiro 2012

Este mês, a revista Conjuntura Econômica trará às suas páginas ampla reportagem sobre os caminhos da política fiscal do governo, ressaltando que a presidente Dilma encerrou seu primeiro ano de mandato sinalizando uma quebra da política expansionista adotada por Lula. Agora, sem as vantagens da arrecadação recorde de 2011? quando cravou um superávit primário que somava R$ 91,12 bilhões no acumulado de janeiro a novembro, para uma meta de R$ 91,8 milhões no ano ?, e com a pressão de mais gastos (reajuste do salário mínimo, demanda por investimentos e aumento de despesas sociais, etc.), entretanto, somente em 2012 que a presidente poderá revelar a verdadeira cara de sua política fiscal. Além do dilema fiscal, Conjuntura também vai abordar na edição de janeiro a questão previdenciária, que precisa de uma reforma urgente. O impasse está em conciliar visões e definir ações prioritárias. Em como unir sustentabilidade econômica sem deixar de lado o viés social. E mais que isso, promover as mudanças de forma que o mercado externo não enxergue o Brasil com maus olhos devido às contas da Previdência. Esse, por sinal, será o assunto discutido na seção ?Entrevista? que ouviu o ministro da previdência Garibaldi Alves Filho. Ele disse no final do ano passado, na Câmara dos Deputados, que ?o sistema previdenciário brasileiro era uma tragédia anunciada, um verdadeiro abacaxi?. Hoje, mesmo sem experiência na área, o ministro tem o desafio de acertar as contas da Previdência Social que se inicia, segundo Garibaldi, com a criação do Fundo de Previdência Complementar dos Servidores Públicos Federais, o Funpresp. E destaca: a previdência pública é, atualmente, a que causa maior déficit. Veja mais na próxima edição da revista Conjuntura Econômica.  

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.