Produtividade em pauta em webinar

O debate vai abordar como a pandemia atingiu a economia e o mercado de trabalho, principalmente setores e categorias de trabalhadores de produtividade mais baixa, como os informais de menor escolaridade ocupados nos segmentos de serviços domésticos e pessoais
Economia
10 Dezembro 2020
Produtividade em pauta em webinar

A pandemia do coronavírus provocou impactos distintos na baixa produtividade brasileira. Para analisar os seus efeitos e como o Brasil pode melhorar a sua eficiência nessa área, o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE) e o jornal O Estado de S. Paulo promovem o II Seminário Produtividade e Reformas. O encontro virtual será realizado no dia 14 de dezembro, segunda-feira, das 10h às 11h30. As inscrições são gratuitas e o evento pode ser acompanhado pelos canais da FGV no YouTube e LinkedIn, e pelo YouTube da Editoria de Economia do Estadão.

Silvia Matos, coordenadora do Boletim Macro do FGV IBRE, e Fernando Veloso, pesquisador do FGV IBRE, que participam do evento, são dois dos responsáveis pelos indicadores de produtividade calculados trimestralmente pelo FGV IBRE e disponíveis no Observatório da Produtividade. Silvia e Veloso irão dividir a mesa virtual com Marcos Mendes, pesquisador associado do Insper, e contarão com a mediação da colunista do Estadão, Adriana Fernandes.

O debate vai abordar como a pandemia atingiu a economia e o mercado de trabalho, principalmente setores e categorias de trabalhadores de produtividade mais baixa, como os informais de menor escolaridade ocupados nos segmentos de serviços domésticos e pessoais. Também serão discutidos os efeitos da disseminação da tecnologia, e seu uso mais intensivo imposto pela quarentena, sobre a produtividade. Estudos recentes do Banco Mundial associam a uma melhora da produtividade ao maior uso de tecnologia no trabalho, aprimorando a eficácia dos negócios.

Outro ponto que estará em pauta é o debate sobre as necessidades de reformas no ambiente de negócios, com as profundas transformações no consumo. No Brasil, o debate já existia antes da pandemia, com a aprovação recentemente da reforma do marco regulatório do saneamento, e segue com outros projetos importantes como as reformas tributária e administrativa, assim como a autonomia do Banco Central.

Os interessados podem se inscrever gratuitamente pelo site.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.